on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Cálculo renal em cavalos

Atualizado em 21 novembro, 2016

O cálculo renal, também chamado de pedra nos rins, é menos comum em cavalos do que em outros animais ruminantes. Essa doença raramente afeta equinos jovens, mas é ocasionalmente observada naqueles de meia-idade e nos idosos, além de ser mais comum em cavalos castrados e garanhões. A maioria dos cálculos ocorre na bexiga ou na uretra. Eles geralmente são bilaterais e resultam em insuficiência renal crônica antes de serem diagnosticados.

O cálculo renal é mais comum em cavalos idosos ou de meia-idade (pony mit pony image by Otmar Smit from Fotolia.com)

Composição do cálculo

A maioria dos cálculos é composta de carbonato de cálcio, embora a estruvita, uma mistura de magnésio, amônia e fosfato, também seja ocasionalmente observada.

Loading...

Predisposição a cálculos renais

Um teor elevado de minerais e o nível de pH da urina equina normal envolve uma predisposição à formação de cristais. A urina equina normal também contém grandes quantidades de mucoproteínas, uma glicoproteína composta principalmente de mucopolissacarídeos, que pode ser um agente de ligação para os cristais. As forragens, que contêm muito cálcio, amônia e magnésio, também aumentam o risco de formação de cálculos. Outro fator contribuinte é a ingestão de grãos com um teor elevado de fósforo.

Sintomas

Os sintomas incluem disúria (micções curtas que são dolorosas ou frequentes), cólica (dor abdominal aguda) e hematúria (presença de sangue na urina). Na maioria das vezes, a hematúria ocorre após os exercícios físicos.

Diagnóstico

O diagnóstico é experimentalmente baseado no histórico e nos sinais clínicos e é confirmado por meio da palpação retal de uma massa oval e firme próximo ao colo da bexiga. Um ultrassonografia transretal permite uma confirmação visual do cálculo renal. A análise de urina revela glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, proteinúria e cristais de carbonato de cálcio.

Tratamento

A inserção de um cateter na bexiga para descomprimi-la pode desalojar um cálculo impactado. Existem diversos procedimentos cirúrgicos para remover a pedra, incluindo a litotripsia a laser, isto é, a destruição do cálculo por meio de um laser. Os antibióticos profiláticos e os acidificantes urinários, como o cloreto de amônio, após o tratamento podem reduzir a reincidência desse problema.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...