Mais
×

Candidíase em cães causada por antibióticos

Os cachorros normalmente não desenvolvem infecções de candidíase por causa de tratamentos com antibióticos, mas isso pode eventualmente acontecer. Os antibióticos prescritos para tratar infecções bacterianas podem causar um supercrescimento de cândida na pele do animal, no trato digestivo ou nas orelhas. Evitar o uso de antibióticos e achar um tratamento mais global pode prevenir infecções desagradáveis de candidíase em seu bicho de estimação, de acordo com o site Organic Pet Digest.

A candidíase pode ocorrer nos cães depois de tomarem antibióticos (dog image by Lina Miseviciute from Fotolia.com)

Antibióticos e candidíase

Os antibióticos funcionam para eliminar as bactérias alojadas no corpo. Eles são um ótimo aliado na luta contra infecções sérias e que muitas vezes ameaçam a própria vida. Infelizmente, os antibióticos não diferenciam as boas bactérias, que são benéficas ao corpo do cão, das más, que causam as doenças. Os antibióticos simplesmente matam todas as bactérias no corpo do cachorro. Quando as bactérias morrem, a cândida, um fungo, começa a se espalhar e crescer fora de controle, porque as bactérias não existem mais para combatê-la.

A formação da candidíase

A cândida existe em toda a pele do cachorro, dentro das orelhas e da boca. Ela também vive na mucosa do sistema digestivo. Quando cresce muito, ela causa uma formação de cera na orelha com um odor desagradável. O calor e a umidade do ouvido geralmente abrigam a cândida e as bactérias, mas a morte inevitável das bactérias, por causa do antibiótico, estimula a candidíase a prosperar. Uma superpopulação de cândida no trato digestivo gera toxinas que entram no sistema sanguíneo do cão. Os sistemas imunológico, nervoso e endócrino são afetados pelas toxinas. A candidíase na pele de um cachorro gera áreas mais duras e um odor ruim.

Sintomas

Um cachorro com uma infecção no canal auditivo balançará sua cabeça e coçará suas orelhas. Um supercrescimento de cândida na pele do cachorro fará com que ele coce e lamba a área excessivamente. Frequentemente, ele irá sofrer queda de pelos e perda de sangue, e os ferimentos recentes vão aumentar. Os cachorros ficarão letárgicos, muitas vezes sofrerão infecções na bexiga, problemas de pele aparecerão, a queda de pelo poderá acontecer e os cachorros ficarão mais predispostos a alergias.

Diagnóstico

Um veterinário examinará o ouvido do cachorro. Ele pode utilizar um otoscópio para enxergar mais profundamente no canal do ouvido. Um cotonete será colocado no ouvido para determinar se a candidíase está ocorrendo. Um veterinário raspará qualquer foco suspeito na pele para verificar se a candidíase está causando a irritação. Se o cão está sofrendo de infecções no trato urinário ou de alergias contínuas e uma superpopulação de cândida no sistema digestivo está sendo investigada, uma amostra de urina será examinada.

Tratamento

Medicação antifúngica é prescrita quando a candidíase é diagnosticada. Algumas alternativas naturais para o tratamento em cachorros são as folhas de nogueira-preta (Juglans nigra) para serem aplicadas topicamente nos locais infeccionados. Aditivos com folhas de oliveiras têm fortes características antifúngicas e funcionam bem no tratamento de candidíase no sistema digestivo, de acordo com a Natural Dog Health Remedies.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article