Como a caneta stylus funciona?

Escrito por keith evans Google | Traduzido por bruno charamba
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a caneta stylus funciona?
A caneta stylus é usada em dispositivos touchscreen (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

O lado esferográfica da caneta

Uma característica da caneta "stylus" é seu funcionamento como uma caneta de tinta. Muitas utilizam tecnologia esferográfica. Para fazê-la funcionar, a tinta é colocada dentro de um tubo pressurizado, lacrada em uma extremidade e selada por uma pequena esfera de metal giratória, na outra extremidade.

Duplo objetivo

Quando a tampa é removida e colocada ao fim da "stylus" (expondo a esfera para escrita), a tampa fornece peso adicional à extremidade da caneta, dando um bom equilíbrio e uma melhor experiência para a escrita. Quando a extremidade de escrita da caneta não estiver em uso, a tampa é colocada sobre a ela, para evitar marcações não intencionais. Além disso, a tampa protege a esfera da caneta contra danos que, em algumas situações, podem torná-la inútil.

O término da stylus

Oposto ao mecanismo esferográfico, está de fato a "stylus". Na maioria dos casos, a caneta é pouco mais que borracha e plástico salientes, apesar que em algumas "stylus" que foram criadas pra funcionar em dispositivos multitoques (como o iPhone da Apple, ou o Samsung Instinct), podem possuir um material capacitivo que cria uma superfície similar à pela humana. A "stylus" é usada como substituta ao dedo, para o toque em dispositivos touch-screen, e é especialmente concebida para não arranhar ou deixar marcas em telas eletrônicas. Dependendo do design, a caneta pode ser coberta pela tampa quando não estiver em uso, ou pode ser deixada sem a tampa o tempo todo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível