Por que o capitão do Titanic ignorou todos os avisos?

Escrito por tiffany ross | Traduzido por mayara leal
Por que o capitão do Titanic ignorou todos os avisos?
O Titanic colidiu com um iceberg ao sul de Terra Nova, no Canadá (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

No dia 15 de abril de 1912, o RMS Titanic foi para o fundo do Oceano Atlântico, após bater em um iceberg. O capitão do navio condenado, Edward J. Smith, afundou com ele. Na noite da colisão com o iceberg, Smith estava participando de uma festa privada. Depois de receber vários avisos sobre icebergs de outros navios próximos, Smith foi para a cama, mandando o navio para seu destino. Tanto os Estados Unidos quanto a Inglaterra realizaram investigações sobre sua conduta, mas ninguém encontrou evidências de negligência ou desonestidade.

Os avisos

O primeiro aviso sobre icebergs veio do "Caronia", um navio de passageiros, na manhã do dia 14 de abril. O capitão Smith registrou a mensagem na ponte de comando antes de liderar um serviço religioso para os passageiros de primeira classe. O segundo aviso veio na tarde do dia 14 do navio "Báltico". Smith mostrou o comunicado a Joseph Bruce Ismay, presidente da White Star Line. À noite, um aviso sobre o gelo dado de outro navio foi ouvido pela tripulação e, no final da noite, dois alertas sobre icebergs do navio "Mesaba" e do "Californian" foram ignorados pelos operadores telegráficos, distraídos com mensagens pessoais que entravam para os passageiros.

A última noite de Edward J. Smith

Na noite do dia 14 de abril, o Capitão Smith participou de um jantar fechado organizado pelo Sr. e Sra. George Dunton Widener. Enquanto o capitão se divertia com os comensais ricos, a tripulação ouviu a advertência do "Californian". Depois do jantar, o capitão teve uma conversa com seu segundo oficial, Charles Lightoller. Não se sabe o que os dois discutiram e o capitão foi para a cama sem dar ordens para mudar de rumo. Ele foi acordado por um membro de sua equipe depois que o navio raspou no iceberg. Literalmente falando, o capitão Edward J. Smith afundou com o navio.

Investigações

Uma subcomissão do Comitê de Comércio do Senado dos Estados Unidos foi formada para investigar o naufrágio do Titanic. As audiências começaram no Hotel Waldorf Astoria, em Nova York, no dia 19 de abril de 1912, onde 82 testemunhas afirmaram que o capitão havia ignorado vários avisos sobre icebergs, mas ninguém sabia o porquê. Estudos similares foram realizados na Inglaterra, mas nenhum deles culpa o capitão Smith.

Teorias

Ninguém sabe o motivo pelo qual o capitão Smith ignorou as advertências sobre o gelo perigoso. É possível que ele se sentisse tão seguro com a estrutura robusta do Titanic e do sistema operacional sólido, que não considerou icebergs uma ameaça. Também é possível que as suas responsabilidades com os passageiros tenham-no distraído das mensagens. Talvez o capitão tenha dado uma ordem para o seu segundo oficial para evitar os icebergs antes de ir para a cama e a ordem não tenha sido cumprida. Se as ações de Smith foram um ato de arrogância ou má comunicação, elas resultaram em uma das maiores tragédias marítimas da história.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível