Características dos diodos de silício e germânio

Escrito por david sandoval | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características dos diodos de silício e germânio
A maioria dos diodos comumente em uso é feita de silício (electronique 1 image by thierry burot from Fotolia.com)

Diodos retificadores são dispositivos eletrônicos utilizados para controlar o fluxo de corrente em uma direção dentro de um circuito elétrico. Dois materiais comumente utilizados na fabricação desses componentes são o silício e o germânio. Embora realizem funções semelhantes, existem algumas diferenças entre os dois que devem ser levadas em consideração antes de instalar um ou o outro em um circuito.

Outras pessoas estão lendo

Diodos de silício

A fabricação de um diodo de silício começa com o elemento purificado. Cada lado do componente recebe impurezas (boro no ânodo e arsênico ou fósforo no cátodo) e a junção em que elas se encontram é chamada de "junção P-N".

Os diodos de silício apresentam uma tensão de polarização de 0,7 volts. Assim que a tensão diferencial entre o ânodo e o cátodo atinge 0,7 volts, o diodo começa a conduzir corrente através da junção P-N. Quando a tensão cai abaixo desse valor, a junção para de conduzir e o componente não funcionará como um caminho para a eletricidade.

Pelo silício ser relativamente fácil de se obter e barato de processar, os diodos desse tipo são mais predominantes que os de germânio.

Diodos de germânio

Os diodos de germânio são fabricados de maneira similar aos de silício. Também utilizam uma junção P-N e são aplicadas as mesmas impurezas utilizadas nos diodos de silício. No entanto, os diodos de germânio possuem uma tensão de polarização de 0,3 volts.

O germânio é um material raro, normalmente encontrado com depósitos de cobre, chumbo ou prata. Por causa de sua raridade, ele é mais caro, o que torna os diodos fabricados a partir desse material mais difíceis de se encontrar (e, às vezes, mais caros) do que os diodos de silício.

Qual diodo deve-se usar?

Os diodos de germânio são melhor usados em circuitos de baixa potência. A baixa tensão de polarização resulta em uma perda menor de energia e permite que o circuito seja eletricamente mais eficaz. Esses diodos também são apropriados para circuitos de precisão, nos quais as variações de tensão devem ser mantidas em um nível mínimo. No entanto, eles são danificados mais facilmente do que os diodos de silício.

Os diodos de silício são excelentes para uso geral e podem ser usados em praticamente todos circuitos elétricos em que um diodo é necessário. Eles são mais duráveis que os diodos de germânio e muito mais fáceis de se obter. Embora o germânio seja mais adequado para circuitos de precisão, normalmente é preferível o uso de um diodo de silício durante a criação de um circuito, a menos que haja uma necessidade específica para o uso do diodo de germânio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível