Características dos metais alcalino-terrosos

Escrito por jason gillikin | Traduzido por luiz neves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características dos metais alcalino-terrosos
Tabela periódica dos elementos (denn: flickr.com)

Os metais alcalino-terrosos são um grupo de elementos da tabela periódica que são altamente reativos e dividem características em comum. Esses metais, que são encontrados em compostos comuns como o mármore e o giz, possuem uma variedade de aplicações industriais. Alguns desses elementos são essenciais para a vida, e outros são tóxicos, mas todos eles possuem usos importantes nos processos de fabricação modernos.

Outras pessoas estão lendo

Elementos

O grupo 2 da tabela periódica dos elementos é composto pelos metais alcalino-terrosos. Esses metais incluem berílio, magnésio, cálcio, estrôncio, bário e rádio. Eles são rigorosamente relacionados com os metais alcalinos e dividem propriedades comuns com eles. Todos os elementos do grupo 2 são metais.

Propriedades em comum

Os elementos dos metais alcalino-terrosos possuem um número de oxidação +2. Isso significa que eles são altamente reativos e tendem a formar fortes ligações químicas com outros átomos, então eles geralmente não são encontrados em uma forma pura na natureza. Esses metais tentem a serem brancos ou prateados, brilhantes, e muito macios, e possuem um alto ponto de fusão. Eles também tentem a reagir fortemente com a água e com vários ácidos para produzir hidrogênio. Eles também formam fortes ligações com o oxigênio.

Usos industriais

Várias ligas dos metais alcalino-terrosos possuem utilizações industriais críticas. As ligas de magnésio são frequentemente usadas em aplicações de alta temperatura, incluindo partes leves de motores. O cálcio é usado na fabricação de aço e outras substâncias como o gesso. O estrôncio é um componente comum em sinalizadores e fogos de artifício, pois ele queima com uma chama brilhante e avermelhada; o bário é usado similarmente, porém sua cor característica é verde.

O magnésio possui uma chama branca brilhante ao ser queimado, tornando-o um ingrediente comum em sinalizadores, balas traçantes e aplicações similares.

Implicações à saúde

O cálcio e o magnésio são críticos para a vida; eles possuem um papel nas bombas de íons que regulam o comportamento celular, e o magnésio é o átomo central da molécula de clorofila. Outros elementos, incluindo o rádio e o berílio, não possuem valor biológico e são tóxicos para muitos organismos, incluindo o humano. O estrôncio é crítica para a vida marinha; ele é um ingrediente em corais. Apesar de o bário não possuir função biológica real, ele é usado para preparar a "refeição de bário", que, quando consumida por um paciente, permite grande detalhe em certos escaneamentos de radiologia. O bário em altas doses, assim como o rádio, é radioativo e pode ser letal.

Compostos naturalmente ocorrentes

Apesar de os metais alcalino-terrosos geralmente não aparecem na forma pura na natureza, eles formam compostos que são abundantes na natureza. Por exemplo, calcário, mármore, gesso, dolomita, mica e amianto são todos baseados em metais alcalino-terrosos. Esses minerais têm sido usados na indústria e na arquitetura por séculos e formam uma fonte significativa da matéria prima usada para isolar metais puros.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível