Características da separação de ferro por areia magnetizada

Escrito por alan osborne | Traduzido por eduardo horst maidana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características da separação de ferro por areia magnetizada
A areia preta pode conter minérios valiosos que podem ser extraídos por separação magnética (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

A separação magnética é um processo industrial que usa um campo magnetizado para separar partículas magnéticas de outras não-magnéticas. O objetivo geralmente é coletar minério de ferro. O separador de areia ferrosa é uma opção com um bom custo-benefício para atingir esse objetivo. A areia ferrosa contém minério de ferro. Também chamada de "areia mineral" ou "areia preta", é encontrada em vários locais por todo o mundo. Duas das localizações mais conhecidas são a Califórnia e a costa oeste da Nova Zelândia.

Outras pessoas estão lendo

Baixo custo

Os separadores de areia ferrosa são relativamente baratos. O separador do estilo "bateria" é o mais popular. Nesse modelo, uma corrente de areia preta é despejada no exterior de um cilindro de metal magnetizado, ou bateria. Apenas as partículas fortemente magnetizadas grudam nele e permanecem presas até que sejam raspadas e coletadas. A página "The Mine Engineer" confirma que a menos que sejam necessários separadores de alta intensidade, a separação magnética é um procedimento de recuperação de minério de baixo custo. Os separadores de areia são ainda mais baratos dos que os outros porque as partículas finas de areia não precisam ser quebradas antes da separação.

Automatização

A separação magnética de areia ferrosa é um processo que pode ser facilmente automatizado. O sistema de automação da separação magnética da Richisland Technology tem a simplicidade como uma das suas virtudes. A companhia afirma que o modelo pode ser deixado sem assistência contínua, necessitando apenas de inspeções regulares. A Xinhai Machinery, que vende um produto similar, também afirma a simplicidade da máquina e a facilidade de manutenção. Essa necessidade reduzida de mão-de-obra é uma vantagem dos separadores magnéticos de areia ferrosa.

Eficiência

As separação magnética requer muito menos espaço do que outros métodos de separação. Sem um separador magnético de areia, o metal deve ser separado quimicamente ou por aquecimento. Aquecer a areia derrete o metal, deixando as moléculas de silício anexas intactas. Separar o metal quimicamente requer achar espaço para uma substância química ou banho com água. Derreter a areia exige altas temperaturas e energia intensa. Isso também implica na emissão de monóxido de carbono, um gás do efeito estufa, como biproduto. Um separador magnetizado de areia ocupa muito menos espaço do que um banho químico, e muito do espaço usado é mais vertical do que horizontal. Isso permite que o separador caiba em prédios ou espaços de trabalho pequenos.

Customização e versatilidade

Os separadores de areia ferrosa magnéticos existem em uma variedade de formas e tamanhos. A Spherotech Inc., uma empresa com base em Illinois, diz que seu separador Fleximag pode até mesmo ser usado para operações delicadas, como separação de células em laboratórios. De acordo com a página da companhia, o mesmo modelo pode ser usado em instalações comerciais para processamento de alto volume. Diferentes intensidades de ímãs estão disponíveis, dependendo da intenção de coletar partículas com fraco magnetismo. Separadores especializados, de alta intensidade, podem ser mais caros.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível