Por que o carbono é importante para a vida?

Escrito por lesley barker | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que o carbono é importante para a vida?
A vida na Terra não seria possível sem o carbono (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Todos os seres vivos são feitos de carbono. Esse composto está na atmosfera, na crosta terrestre e nos corpos dos animais e das plantas. Na respiração, exala-se dióxido de carbono. Quando as plantas fazem fotossíntese, elas absorvem esse mesmo gás. Sem o carbono, a vida não seria possível.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

O símbolo químico para o carbono é a letra maiúscula C. O número atômico desse elemento é seis, seu peso atômico é 12 e ele geralmente é encontrado em combinação com outros elementos, como o dióxido de carbono, o calcário, carvão e o petróleo. Menos que um por cento (0,32%) da atmosfera terrestre e 0,2% da crosta terrestre são compostos por carbono.

Importância

O carbono puro apenas existe em três formas: diamantes, grafite e carbono negro, como o carvão. Contudo, 18% de todos os seres vivos na Terra são compostos de carbono. Isso inclui os seres humanos, as plantas e animais. Assim como todos os animais, os humanos possuem uma necessidade metabólica por carbono. Esse elemento é adquirido através da ingestão de carboidratos, que são produzidos pelas plantas durante a fotossíntese, quando o dióxido de carbono se combina com a água. Devido ao fato do carbono ser intrínseco a todas as formas de vida, o estudo dos compostos carbônicos é a ênfase primária da química orgânica.

Função

O ciclo do carbono é uma sequência de eventos que transfere o dióxido de carbono da atmosfera para o solo, para que as plantas o absorvam e o usem. Henrik Lundegardh, um fisiologista de plantas sueco que recebeu o crédito pela explicação do ciclo do carbono nos anos 20, foi um dos primeiros a medir o dióxido de carbono na atmosfera. Ele descobriu que o gás carbônico escapa do solo quando a matéria orgânica, como o adubo e plantas mortas, apodrece. Ele também entra na atmosfera quando os seres vivos expiram. A chuva, as bactérias do solo que agem na decomposição e o adubo adicionam o carbono de volta ao solo. Já as plantas precisam do dióxido de carbono para executarem a fotossíntese e produzirem folhas verdes e saudáveis.

Considerações

Muito dióxido de carbono na atmosfera pode ser a causa do aquecimento global, já que o gás carbônico e o metano absorvem o calor do sol, produzindo o efeito estufa. O metano é um outro subproduto de carbono, que é liberado de esgotos, pântanos e outras áreas pantanosas. Devido ao fato do uso de combustíveis fósseis, como o carvão e o petróleo, liberarem dióxido de carbono na atmosfera, muitos ambientalistas se preocupam com o fato de que o uso contínuo deles piore ainda mais o aquecimento global. Outros cientistas acreditam que o aumento da temperatura dos oceanos é uma outra grande causa desse efeito. Porém, se os países reduzirem a queima desses combustíveis fósseis, menos dióxido de carbono será liberado para a atmosfera.

Benefícios

O carbono tem também alguns usos industriais. Primeiro de tudo, o carbono é o ingrediente chave dos combustíveis fósseis. Ele também absorve impureza nos mais diversos filtros e é encontrado no papel de carbono e em tintas. Além disso, quando o carbono é adicionado em pneus, ele aumenta o tempo de vida deles. Por fim, medir a proporção entre carbono e nitrogênio e a quantidade de carbono 14 em material orgânico, como fósseis ou pedaços de madeira, dá uma boa noção da idade dessa determinada amostra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível