Por que o meu carro estremece ao trocar as marchas?

Escrito por juliana torres | Traduzido por alexandre lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que o meu carro estremece ao trocar as marchas?
O segredo para dirigir um carro manual é saber a hora certa de passar a marcha (five speed manual gear stick image by Sakala from Fotolia.com)

Dirigir um carro com transmissão manual pode ser complicado. Motoristas que estão aprendendo a dirigir com o câmbio manual podem acabar tendo uma experiência desagradável se não executarem as mudanças de marcha corretamente, o que provoca trancos para frente ou para trás. Entretanto, entender como um carro funciona pode ajudar a deixar a sua condução mais suave. O segredo é saber a hora certa.

Outras pessoas estão lendo

Controles básicos

Um carro manual tem três pedais: o do lado direito é o acelerador, o freio está no centro e, a embreagem, no lado esquerdo. O câmbio, geralmente no centro do painel, permite a troca de marchas. Todas essas peças estão envolvidas no processo de mover o carro, acelera-lo e freá-lo

O que a embreagem faz

Para entender por que o seu carro está estremecendo entre as marchas, você deve entender o que a embreagem do seu veículo faz. Basicamente, ela faz a comunicação entre um motor que está constantemente girando e as rodas, que podem ou não estar girando. Acionar a embreagem, o que ocorre quando o seu pé está fora do pedal correspondente, faz com que o disco de embreagem entre em contato com o volante do motor e transfira o torque até as rodas. Soltar a embreagem, que ocorre quando você aciona o pedal, faz com que essa conexão seja desfeita, e nesse momento você pode trocar de marchas sem rangidos.

Entendendo as RPMs

No breve momento em que você desativa a embreagem, troca de marchas, aciona novamente e acelera, as rotações por minuto do motor podem cair. Se você tiver um marcador de RPM no painel de instrumentos, pode ver isso ocorrer. O carro pode sacudir se as RPM não combinarem com a velocidade que o carro está andando na nova marcha. Para evitar isso, você deve proporcionar a transição mais suave possível entre o torque do motor e as rodas. A troca da primeira para a segunda marchas é a mais suscetível a esse problema. Isso ocorre porque a diferença entre a relação de tamanho das duas é a maior, o que exige uma maior precisão de tempo para uma execução suave.

Sabendo a hora certa

Você pode saber quando as rotações estão caindo muito rápido ou muito devagar ao observar como o carro sacode. Se ele desacelerar repentinamente, empurrando o seu corpo pra frente, as RPMs estavam muito baixas. Você deve tentar trocar de marchas mais rapidamente ou acelerar mais para trazer o carro para a faixa de rotação correta. Se o carro vai para frente, empurrando-o para trás, as RPMs estavam muito altas. Tente esperar um pouco mais para que elas caiam antes de soltar a embreagem. Alternar a embreagem, o que provoca um pouco de fricção entre o disco de embreagem e o volante do motor, também pode ajudar. Quando mais você praticar a troca de marchas, mais fácil se tornará.

Carros automáticos

Se o seu carro automático está sacudindo ao trocar de marchas, você tem um problema de manutenção, e não operacional. Verifique os níveis dos fluidos da transmissão. Se isso não ajudar, algo pode estar errado com a transmissão em si. O seu mecânico pode diagnosticar o problema específico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível