Casas e prédios japoneses tradicionais

Escrito por chris deziel Google | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Casas e prédios japoneses tradicionais
Construtores japoneses têm tradicionalmente usado madeira como seu principal material de construção (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

De templos elaborados e santuários a moradias de uma única família, a madeira é o principal componente do edifício tradicional japonês. Desde antes do período Nara no século VIII DC, os construtores erigiram estruturas de madeira colocadas em uma fundação plana de terra compactada e as cobriram com telhados inclinados para afastar a chuva. O interior de uma casa tradicional é espaçoso, mesmo que ela seja pequena, e tem formas que lembram as de um templo.

Outras pessoas estão lendo

Estrutura

A estrutura tradicional de uma casa japonesa consistia de uma série de colunas verticais conectadas por vigas horizontais, até que os construtores, influenciados por visitantes estrangeiros, começaram a incluir vigas diagonais para reforçar a estabilidade. Eles colocam as colunas na terra plana compactada e elevam o chão por vários centímetros para afastar a umidade. O Japão é um país que recebe muita chuva, de modo que os construtores sempre inclinaram muito o telhado e o estenderam para bem além das paredes a fim de fornecer áreas secas em volta da entrada. Um telhado tradicional é sustentado pelas colunas e vigas e tem calhas profundas para captar e distribuir a água da chuva.

Paredes e telhado

A maneira tradicional de fazer paredes era cobri-las com um trançado de bambu coberto dos dois lados com terra, mas uma casa moderna construída no estilo tradicional pode ter paredes feitas de compensado ou tábuas de madeira. As paredes do interior costumam ser engessadas com uma mistura de areia e lama, ou de um produto sintético que se parece com isso. As coberturas tradicionais dos telhados incluem palha, telhas e um tipo especial de telhas de cerâmica chamadas "kawara". As telhas pesadas se sobrepõem às paredes, para fornecer proteção contra vento e chuva e as colocadas nas calhas e no topo costumam ostentar decorações ornamentais.

Chãos

A população japonesa passa a maior parte do tempo de lazer no chão, de maneira que a cobertura tradicional do chão para a sala de estar e os quartos é tatame. Um colchão de tatame tem mais ou menos 5 cm de espessura, é ligeiramente menor do que uma chapa de compensado e é coberto com palha trançada. Isso é tão onipresente que os japoneses medem o tamanho de um quarto pelo número de colchões de tatame que cabem nele. Tábuas de madeira cobrem o chão de cozinhas tradicionais, banheiros ou corredores. Em alguns templos, os monges aplainaram essas tábuas à mão, para obter uma superfície tão lisa que faz a madeira literalmente brilhar.

Interior

O interior de um edifício tradicional inclui vários quartos divididos por portas de correr chamadas "shoji". Elas provêm uma privacidade mínima, mas podem ser deixadas abertas durante o quente verão japonês para promover a ventilação necessária. As portas de entrada também são "shoji" e algumas paredes externas têm dois conjuntos de "shoji" separados por uma estreita passagem para um isolamento extra. Todo prédio japonês tem um "genkan", ou hall de entrada, onde os visitantes deixam seus sapatos, e uma casa tradicional sempre tem um "tokunoma", que é uma pequena alcova dedicada a honrar os deuses com flores, artes e incensos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível