Conhecimento

Castração de cavalos e baixo nível de testosterona

Escrito por rena sherwood | Traduzido por dimitrios meimaridis
Castração de cavalos e baixo nível de testosterona

Muitos cavalos são castrados

horse image by Tony Fortunato from Fotolia.com

A castração é o processo em que os testículos do cavalo são removidos. Isso facilita o trabalho com o animal e impede potros indesejados. Como os testículos são a principal fonte de testosterona, é normal que os cavalos castrados apresentem níveis desse hormônio muito inferiores a potros ou garanhões que não passaram por esse procedimento. Contudo, o momento que o nível de testosterona cai pode variar de um animal para outro.

Outras pessoas estão lendo

Tempo

Os machos podem ser castrados em qualquer momento de suas vidas, mesmo jovens com três semanas de idade, de acordo com o "Horse Owner's Veterinary Handbook" (Manual veterinário para proprietários de cavalos). Mas muitos criadores de cavalos preferem esperar até que o potro tenha pelo menos um ano de idade. Supõe-se que a testosterona possa ajudar no crescimento e beleza de um cavalo com um pescoço mais grosso e crina mais desenvolvida.

Importância

Quanto mais velho for um cavalo na hora de castrá-lo, mais testosterona estará em seu sangue e, assim, mais tempo será necessário para ele ficar mais calmo após a castração. Se um garanhão tiver quatro ou mais anos de idade, o nível de testosterona não irá começar a cair até um ano após o procedimento, de acordo com o "Horse Owner's Veterinary Handbook". Segundo a Dr. Brenda Forsythe Sappington, qualquer garanhão mais velho pode não apresentar mudanças no seu comportamento, apesar do procedimento de castração e queda de níveis de testosterona.

Problema

Alguns machos são vendidos como animais castrados, mas, na verdade, são garanhões com testículos que não desceram. Também chamado de criptórquios, eles são inférteis, mas ainda podem agir como um garanhão. Testar os níveis de testosterona no sangue do cavalo não ajuda, porque em um animal criptórquio ele será o mesmo que o de um cavalo castrado, de acordo com Patrick M. McCue, pesquisador do American College of Theriogenologists.

Equívoco

Tradicionalmente, os animais castrados que ainda agiam como garanhões eram chamados de "indivíduos orgulhosos". Pensava-se que o veterinário que realizou a operação deixou por engano alguma parte do testículo dentro do cavalo, tal como no epidídimo (localizado ao lado do testículo e usado para armazenar as células do esperma). Imaginava-se que essa parte restante ainda produzia testosterona. No entanto, isso é impossível, de acordo com McCue.

Fato divertido

Cavalos castrados podem ter ereções. Os níveis de testosterona não afetam a capacidade eréctil, mas sim a circulação sanguínea. Garanhões que foram castrados após realizarem alguns cruzamentos podem ainda ser capazes de montar as éguas, embora eles sejam estéreis, de acordo com a treinadora de cavalos e autora Julie Goodnight.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media