O que causa acúmulo de fuligem em um fogão a lenha?

Escrito por renee miller Google | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causa acúmulo de fuligem em um fogão a lenha?
Fogões a lenha fornecem uma alternativa de aquecimento com custo-benefício favorável mas requerem limpeza para evitar o acúmulo de fuligem (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

O acúmulo de fuligem em um fogão a lenha é inevitável e, conforme o creosoto se acumula dentro da chaminé, a sucção é reduzida, o que pode provocar um incêndio. Chaminés que possuem sucção fraca são a causa da maioria dos problemas com fuligem. O acúmulo dessa substância nos canos do fogão a lenha também depende do tipo de madeira ou outro material que é queimado, da densidade da fumaça e da temperatura dentro do fogão.

Outras pessoas estão lendo

Queima lenta

Quando os materiais são queimados a uma temperatura inferior a 120º C, o creosoto ou fuligem condensa dentro dos canos do fogão e da chaminé. Se a temperatura for inferior a 65º C, a fuligem resultante será mais espessa e pegajosa que piche. Essa substância prende o carbono da fumaça que seca dentro dos canos e da chaminé e é extremamente inflamável. Os gases provenientes de um fogão a lenha tendem a ser mais frios do que os de uma lareira, portanto, o acúmulo de fuligem tende a ser um problema quando os materiais são queimados mais lentamente e em temperaturas mais baixas.

Densidade da fumaça

A fumaça densa e espessa produz uma quantidade significante de fuligem. É possível reduzir a densidade ao se utilizar pequenas quantidades de madeira para começar o fogo e alimentá-lo frequentemente. Incentive a queima mais rápida deixando a entrada de ar ou a porta um pouco aberta até que a madeira tenha se transformado em carvão e, em seguida, feche-a. Esse ar extra permite uma queima mais intensa, o que diminui a chance de de gases formadores de creosoto se desenvolverem, além de gerar mais calor.

Baixa sucção

A baixa sucção aumenta a quantidade de creosoto ou fuligem acumulados dentro dos canos ou da chaminé. Para aumentá-la, certifique-se de ter o menor número de curvas possível entre o fogão e a chaminé e de que os canos são da altura e tamanho adequados para o tipo do fogão. Diminuir o tamanho dos canos em uma chaminé grande também aumentará a sucção. Isso pode ser feito através da instalação de um revestimento de aço inoxidável ou da troca por canos novos e menores.

Acendimento impróprio

Ao começar o fogo no fogão a lenha, o uso de materiais inadequados pode resultar no acúmulo de fuligem. Tentar iniciar o fogo com um pedaço grande de madeira, por exemplo, não irá gerar o calor necessário para evitar a formação de creosoto. Gasolina, querosene ou fluido de isqueiro nunca devem ser utilizados em fogões a lenha. Para acender o fogo adequadamente, amasse papel seco no fundo do fogão e cubra-o com gravetos. Quando os gravetos começarem a queimar de forma brilhante, pode-se acrescentar lenha seca.

Lenha molhada

Não queime lenha molhada ou qualquer outro material úmido no fogão a lenha, pois isso leva a um acúmulo significante de fuligem nos canos e na chaminé. A madeira seca produz mais calor e, portanto, forma menos fuligem, enquanto que a madeira molhada aquece a uma temperatura menor e demora mais para ficar quente a ponto de pegar fogo.

Limpeza

Chaminés e canos de fogões exigem limpeza uma vez ao ano, no mínimo, para evitar incêndios causados pelo acúmulo interno de fuligem. Esse prazo pode ser mais frequente, dependendo de com que frequência o fogão é usado e como é manuseado. Uma boa regra básica é limpar a chaminé quando a fuligem tiver uma camada de 6 mm. Verifique a chaminé semanalmente para garantir que está limpa antes do acúmulo chegar nesse ponto. Não tente queimar a fuligem da chaminé e dos canos, pois é provável que cause um incêndio ou rache a parte interna da chaminé.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível