O que causa corrosão em tubulações de água de ferro fundido?

Escrito por renee miller | Traduzido por angela spada
O que causa corrosão em tubulações de água de ferro fundido?
As tubulações de água feitas de ferro fundido são vulneráveis à corrosão devido a vários fatores (cast iron pipe image by jimcox40 from Fotolia.com)

As tubulações de água geralmente são feitas de plástico, concreto ou metal. Os canos de ferro fundido são vulneráveis à corrosão. Geralmente os fatores que contribuem para a corrosão dessas tubulações são: diferenças em metais, solo alcalino, aditivos na água e fiação elétrica. O ferro fundido se torna um composto de ferro fundido e grafite ao sofrer corrosão, e a grafite manterá o formato do cano, geralmente cobrindo a extensão da corrosão.

Corrosão galvânica

Características ligeiramente diferentes entre metais, diferenças galvânicas, fazem com que um metal libere elétrons para outro metal. Os metais cedem elétrons aos metais superiores na série galvânica (a hierarquia dos metais que liberam elétrons a outros metais). A carepa ou laminagem incrusta-se nas paredes do cano de ferro durante o processo de sua fabricação. Quando o cano é enterrado no solo, a carepa se torna negativamente carregada (catódica); o cano é positivamente carregado (anódico) e a terra age como um eletrólito (contendo íons livres que a tornam eletricamente condutiva). Uma corrente deixa o cano e atravessa a carepa até a terra. Essa reação causa a formação de corrosão do cano metálico nas áreas de saída da corrente. A contínua ação eletroquímica corroerá o cano. As superfícies polidas das paredes de um cano de ferro fundido podem se tornar positivamente carregadas e a corrosão terá início rapidamente.

Solo

Um solo altamente alcalino (nível de pH acima de 7) geralmente age como um eletrólito, que completa uma reação eletroquímica com o cano. As correntes saem do cano e passam para o interior da terra. A intensidade da corrente e a severidade da corrosão dependem da condutividade do solo.

Ativos de tratamento da água

Substâncias químicas são adicionadas à água durante o processo de tratamento para remover impurezas. Muitos desses aditivos, como sulfato de alumínio, são ácidos. Esses ácidos podem inibir a proteção contra corrosão dos canos de ferro fundido, tornando-os vulneráveis. A água contém metais como cálcio e magnésio. Os sistemas purificadores da água convertem a água dura, que contém níveis mais elevados de cálcio e magnésio, tornando-a branda. Por essa razão, os inibidores da corrosão muitas vezes são usados nos sistemas de purificação da água.

Correntes elétricas de fuga

Cabos neutros subterrâneos próximos a tubulações de água de ferro fundido podem contribuir para a corrosão dos canos. A corrente direta entra e sai de um eletrólito (geralmente a terra) e isto pode fazer com que correntes de fuga se movam através dos canos. A corrosão não ocorre no ponto de entrada da corrente no cano, porque este geralmente é protegido, mas no ponto em que ela sai do cano é que começará a corrosão.

Bactérias

Alterações do solo causadas por elementos bacterianos podem deixar depósitos limosos próximos ao cano metálico. Esses depósitos produzem substâncias como sulfeto de hidrogênio, amônia e dióxido de carbono. Muitas vezes, colônias de bactérias que não produzem substâncias corrosivas agirão como uma cobertura protetora do cano, mas a corrosão ainda é possível quando essas bactérias não estão presentes e sua proteção pode causar até mesmo uma distribuição irregular do potencial elétrico, aumentando a chance da ação corrosiva. Esse tipo de corrosão é difícil de prevenir, sendo aplicar nos canos uma cobertura protetora para evitar a corrosão biológica.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível