O que causa intolerância ao calor?

Escrito por ashley black | Traduzido por ana rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causa intolerância ao calor?
A intolerância ao calor muitas vezes provoca transpiração excessiva, além da sensação geral de estar demasiadamente quente (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

A intolerância ao calor é um sentimento crônico de estar muito quente quando as temperaturas externas sobem. Essa condição muitas vezes provoca vermelhidão, o superaquecimento da pele e a transpiração excessiva. A intolerância vai além do desconforto comum com o calor experimentado pela maioria das pessoas. Ela geralmente é causada pela deficiência da regulação da temperatura interna do corpo e é exacerbada por temperaturas externas elevadas.

Outras pessoas estão lendo

Anfetaminas e cafeína

Duas das causas mais comuns de intolerância ao calor são o uso de anfetaminas e cafeína. As anfetaminas, tais como os inibidores de apetite e cafeína, são estimulantes que aumentam o metabolismo do corpo. Esse aumento leva à ampliação do fluxo sanguíneo, o que faz com que a pele se superaqueça e produza a transpiração excessiva. Conforme as temperaturas exteriores sobem, esse superaquecimento se torna mais grave, causando sintomas de intolerância ao calor. Se você estiver enfrentando esse problema, tente reduzir o consumo de cafeína ou pergunte ao seu médico sobre quaisquer novos medicamentos sob prescrição que você esteja tomando que possam incluir as anfetaminas.

Hipertireoidismo

Outra causa comum de intolerância ao calor é o hipertireoidismo. O hipertireoidismo é uma condição causada por uma tireoide hiperativa, que produz excesso de hormônios. O excesso da produção de hormônios da tireoide pode fazer um indivíduo sentir-se constantemente quente e suado e muitas vezes traz outros sintomas, incluindo palpitações, perda de peso, fraqueza muscular e fadiga. Se você está passando por uma combinação desses sintomas, consulte o seu médico sobre um exame para avaliação.

Esclerose múltipla e outras condições crônicas

Muitas doenças crônicas, incluindo a esclerose múltipla, são afetadas negativamente por temperaturas exteriores elevadas. A chegada do verão pode significar um agravamento dos sintomas, o que é chamado pseudo-exacerbação. Essa forma de intolerância ao calor pode não causar os sintomas tradicionais, tais como o superaquecimento e o suor em excesso; em vez disso, muitas vezes manifesta-se simplesmente como um aumento na gravidade dos sintomas normalmente causados ​​pela condição.

Menopausa

Muitas mulheres passando pela menopausa experimentam ondas de calor e intolerância. Essas ondas podem variar de uma sensação quase imperceptível de calor a um aumento que resulta em sudorese profusa. Algumas mulheres têm intolerância ao calor, acrescidas ou não de ondas de calor. Essa condição em mulheres na menopausa normalmente se manifesta como uma sensação crônica de estar muito quente, mesmo no inverno. No entanto, os sintomas de intolerância ao calor geralmente desaparecem dentro de dois anos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível