O que causa a queda da pálpebra após o Botox?

Escrito por rachel oliva | Traduzido por ana rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causa a queda da pálpebra após o Botox?
O Botox é uma injeção paralisante que retarda os efeitos do tempo na aparência (stylelist:Creative Commons, augusteyeassociates:Creative Commons, erstories:Creative Commons, seattleonthefringe:Creative Commons)

O Botox, a brilhante injeção paralisante conhecida por curar testas enrugadas e sobrancelhas franzidas em todo o mundo, foi oficialmente aprovado pelas autoridades americanas em 2006. O Botox tem muito poucos efeitos colaterais. No entanto, um dos efeitos mais preocupantes para os pacientes é quando uma pálpebra sofre inclinação. Este efeito colateral é raro, mas antes que você aplique Botox, pode querer entender o que é e como isso acontece.

Outras pessoas estão lendo

Por que essa queda ocorre

Qualquer aplicação de Botox ao redor dos olhos tem o potencial de afetar o músculo que abre a pálpebra superior. O produto pode se alastrar a partir do local da injeção por cerca de 2,5 cm. Já que é uma toxina paralisante, o músculo que abre a pálpebra também é tecnicamente paralisado, o que pode dificultar sua abertura.

A má localização da injeção e doses excessivas de Botox são os culpados pela queda da pálpebra. Muito produto aumenta o risco de expansão para áreas que não deveriam, aumentando a chance da inclinação. A localização da injeção, a experiência da pessoa que injeta o Botox e o conhecimento de determinados fatos, tais como a necessidade do paciente de permanecer na posição vertical durante a aplicação e mais três a quatro horas após, são todos fatores que diminuem o risco de queda da pálpebra.

O que causa a queda da pálpebra após o Botox?
A incidência de efeitos colaterais do Botox é muito rara mas pode uma má aplicação pode resultar na queda palpebral

Probabilidade

A queda da pálpebra acontece em menos de 1 por cento das vezes. As injeções aplicadas nas rugas e/ou nos cantos inferiores das sobrancelhas (para criar um efeito de elevação) são os tratamentos que têm mais probabilidade de resultarem em uma pálpebra caída.

Quanto tempo dura

A síndrome da queda da pálpebra não é permanente. É mais provável que desapareça antes do Botox. Se a queda palpebral começa em três a quatro dias após a injeção, é mais provável que dure de três a quatro semanas. Se a inclinação começa em quatro a seis dias após a aplicação, deve desaparecer mais rápido.

Prevenção/solução

Tratamentos com colírios, como Alphagan ou lopidine, podem diminuir a inclinação da pálpebra puxando-a um pouco para cima (em torno de 1 a 3 mm). O colírio também pode ajudar a estimular um músculo diferente, que não foi afetado pelo Botox.

O que causa a queda da pálpebra após o Botox?
A aplicação de colírios pode diminuir a inclinação da pálpebra

Dicas

Depois de receber uma aplicação de Botox, não massageie a região injetada. Não cochile, mas permaneça em pé por pelo menos três a quatro horas. Além disso, tente usar os músculos ao redor dos olhos. Contrair os músculos intencionalmente ajuda a confinar a proteína sobre o músculo escolhido para aplicação.

Se o seu médico está vendendo tapa-olhos bonitos em sua sala de espera - encontre outro médico.

O que causa a queda da pálpebra após o Botox?
O tapa-olho tem a função de cobrir um olho por motivos estéticos

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível