×
Loading ...

Causas do atraso do parto

Atualizado em 16 março, 2017

Os últimos estágios da gestação são notoriamente os mais desconfortáveis para as mulheres. Se passou da data prevista pelo seu médico e você ainda não deu a luz, talvez se pergunte o que está acontecendo. Existem algumas maneiras naturais para induzir o parto que podem ser consideradas antes de um médico induzi-lo.

A maioria dos partos atrasados é completamente normal e saudável (NA/PhotoObjects.net/Getty Images)

Médias

A duração média da primeira gestação de uma mulher é de cerca de 41 semanas e um dia. O American College of Obstetricians and Gynecologists aconselha que o parto não seja induzido antes de 39 semanas. A maioria dos partos ocorre entre a 38ª e 42ª semana, mas 5% das gestações duram mais de 42 semanas, contendo um maior risco de complicações.

Loading...

O papel da genética

Segundo o site BioNews, a causa dos partos atrasados pode ser a genética paterna. Um estudo publicado no British Medical Journal descobriu que, se uma mulher teve uma gestação prolongada com um homem, teria uma segunda gravidez mais longa se tivesse um segundo filho com o mesmo pai. Assim, a duração da gestação pode ser predeterminada no momento da concepção.

Papel da natureza

Antes de decidir induzir o parto, você deve saber que ele geralmente ocorre exatamente na hora certa, seja mais tarde ou mais cedo do que o esperado. Embora tenha sido provado que a genética paterna também seja um fator, os cientistas ainda não concluíram por que algumas gestações duram mais do que outras. A menos que um médico aconselhe, induzir o parto antes da 41ª semana é geralmente desnecessário e possivelmente prejudicial.

Os riscos de um parto atrasado

Dar a luz após 42 semanas apresenta mais riscos tanto para o bebê quanto para a mãe. Não só o tamanho do feto aumenta com o tempo, podendo levar a complicações no parto, mas a criança também pode apresentar problemas durante a vida. Um estudo publicado no periódico científico Acta Pediatrica mostrou que os bebês de gestações mais longas têm uma chance maior de apresentar problemas neurológicos na infância. Contudo, é importante apontar que a duração da gestação não é necessariamente a causa desses problemas, mas é, possivelmente, outro sintoma de problemas genéticos.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...