Causas de aumento repentino na pressão sanguínea

Escrito por traci joy Google | Traduzido por randhal wendel
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Causas de aumento repentino na pressão sanguínea
Conhecer as causas do aumento da pressão arterial pode ajudar a tomar medidas preventivas (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Pressão arterial é a força com que o sangue flui através das artérias. Existem hábitos de vida que podem causar aumento súbito na pressão arterial. Embora esse aumento pode ser temporária, quando a pressão arterial aumenta repetidamente eleva o risco de desenvolver hipertensão crônica, que pode levar ao enrijecimento das artérias, doenças do coração e possíveis derrames. Estar ciente das causas do aumento da pressão arterial pode ajudar a tomar medidas preventivas.

Outras pessoas estão lendo

Estresse e ansiedade

Se passar por incidentes súbitos e intensos de estresse ou ansiedade, pode sofrer um aumento súbito na pressão arterial. De acordo com um relatório da Associação Iatrogênica Americana, 25% das verificações de pressão arterial realizadas em consultório médico ou sala de emergência têm leituras elevadas. Isso é chamado de "hipertensão do avental branco", e é resultado do medo e da ansiedade associadas ao fato de estar num consultório médico ou em uma emergência médica. Os Institutos Nacionais de Saúde também relatam um estudo do Colégio Médico de Wisconsin que indica que o estresse aumenta a pressão arterial, liberando hormônios que causam a constrição dos vasos sanguíneos. Dores físicas também podem aumentar os níveis de ansiedade que, por sua vez, pode aumentar a pressão sanguínea.

Medicamentos

Existem vários medicamentos que podem causar um aumento na pressão arterial. Alguns destes medicamentos são tomados regularmente, como pílulas anticoncepcionais, o que faz com que a pressão arterial passe a ser cronicamente elevada. No entanto, existem medicamentos não controlados que são tomadas ocasionalmente que podem causar um aumento súbito na pressão arterial. Por exemplo, foi relatado na edição de 2007 do "Archives of Internal Medicine" que os AINEs (medicamentos anti-inflamatórios), que incluem a aspirina e o ibuprofeno, causam hipertensão. Também há relatos de que o acetaminofeno, considerado como um analgésico, aumenta a pressão sanguínea. O uso repetido e prolongado desses medicamentos não controlados aumenta o risco de desenvolvimento de hipertensão crônica. A Merck Manual Online Medical Library também lista a cocaína, o abuso do álcool e a erva alcaçuz com capacidade de elevar a pressão arterial.

Consumo de sal

Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Yale verificaram os efeitos do consumo de sódio sobre questões cardiovasculares. Seus resultados, publicados na edição de julho/agosto de 2008 da revista "Current Relatórios Sports Medicine", mostram que a ingestão de produtos salgados causa um aumento súbito da pressão arterial porque o sódio faz o corpo reter mais líquido. Eles também observaram que esse aumento da pressão arterial é geralmente de curta duração. Em novembro de 2000, a "Science Daily" informou um estudo realizado pelo Brigham and Women's Hospital, em Boston, que constatou que uma refeição pesada libera hormônios para a corrente sanguínea que podem aumentar a pressão arterial e a frequência cardíaca.

Fumar

Ao fumar, inala-se nicotina, que tem um efeito imediato sobre a pressão arterial. A edição de novembro de 2009 da "Pharmacological Research" relata que a nicotina provoca mudanças no funcionamento adequado dos vasos sanguíneos e produz uma inflamação dentro do sistema circulatório, o que contribui para o enrijecimento das artérias e pressão arterial elevada. Essas mudanças começam a ocorrer depois de fumar apenas um cigarro, de acordo com um relatório de 2007 no "American Journal of Hypertension".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível