Causas da broncodilatação

Escrito por stephanie chandler | Traduzido por ikaro mendes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A broncodilatação é o processo pelo qual os brônquios, que são tubos nos pulmões feitos de tecido conjuntivo e muscular, se dilatam ou abrem. Há circunstâncias e condições que causam o estreitamento ou contração dos brônquios dos pulmões, o que dificulta a respiração. Há fatores endógenos (dentro do corpo) e exógenos (de origem externa) que podem afetar a broncodilatação.

Outras pessoas estão lendo

Condições

A broncoconstrição, ou o estreitamento das vias aéreas, é causada pelos músculos que rodeiam e apertam os pulmões. A acumulação de muco, assim como a inflamação, também pode causar a constrição. Os resultados disso são tosse, respiração ofegante e falta de ar. Existem várias condições que causam esse processo que necessita de uma broncodilatação. A doença pulmonar crônica ocorre comumente em crianças nascidas antes de 34 semanas de gestação. Como seus pulmões ainda não estão completamente formados e muitas vezes existe a presença de infecções, suas pequenas vias aéreas podem contrair-se. O enfisema resulta em broncoconstrição devido ao congestionamento por muco espesso. A broncoconstrição induzida pelo exercício é causada por níveis elevados de mediadores inflamatórios, incluindo células T, células B, leucotrienos e histaminas durante o exercício. Isso geralmente ocorre quando grandes volumes de ar frio e seco são inalados durante o exercício extenuante. A broncoconstrição induzida pelo alérgeno é uma resposta semelhante à condição acima, mas o estimulador é a inalação de alérgenos. A asma é uma inflamação crônica dos brônquios que causa estreitamento das vias aéreas. Ela é provocada por uma combinação de fatores genéticos e ambientais.

Resposta do sistema nervoso simpático

A broncodilatação pode ocorrer como resposta natural do corpo. Quando o sistema nervoso simpático é ativado em uma reação comumente conhecida como "resposta de luta" ou "fuga", os hormônios e neurotransmissores de adrenalina (também chamada de epinefrina) e noradrenalina (também chamada de norepinefrina) são liberados. Essa resposta é desencadeada por estresse físico ou mental. O aumento da adrenalina aumenta a frequência cardíaca, desvia o fluxo sanguíneo para longe das extremidades e para os músculos e órgãos internos, aumenta o nível de açúcar no sangue e a taxa metabólica, dilata as pupilas e promove a broncodilatação. Embora a adrenalina seja um broncodilatador, ela não é ideal para o tratamento, pois também induz efeitos colaterais indesejados, como aumento da frequência cardíaca e da pressão sanguínea. Portanto, medicamentos semelhantes à adrenalina ao afetar a broncodilatação têm sido criados, mas sem os efeitos colaterais que ela promove.

Broncodilatadores

Existem medicações que podem causar a broncodilatação. Esses medicamentos são geralmente prescritos para pacientes com asma ou outras doenças pulmonares restritivas. Existem dois tipos de broncodilatadores: de ação curta e de longa duração. Eles afetam a broncodilatação fazendo com que os músculos das paredes dos bronquíolos relaxarem, dilatando assim as vias aéreas.

Broncodilatadores de ação prolongada

O objetivo de broncodilatadores de longa duração é evitar o broncoespasmo. Esses medicamentos podem ser orais ou inalados e são utilizados rotineiramente. Eles não fornecem um alívio imediato, mas são eficazes na indução de broncodilatação por até 12 horas.

Broncodilatadores de curta duração

Os medicamentos de curta duração são também chamados de "alívio rápido" ou "medicamentos de resgate". Essas medicações inalatórias fornecem alívio rápido, causando a broncodilatação imediata. Elas fazem efeito dentro de 20 minutos e podem durar até 4 ou 6 horas.

Esteróides

Em casos de inflamação que obstruam as vias aéreas, os esteroides podem agir como broncodilatadores. Eles suprimem a resposta imune e, consequentemente, a inflamação que causa a broncoconstrição nas vias pulmonares.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível