Causas de cistos cerebrais

Escrito por matthew busse | Traduzido por fabrício basílio o. de souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Causas de cistos cerebrais
Cistos no cérebro podem ter muitas causas diferentes (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Um cisto no cérebro é um pequeno saco preenchido por ar, líquidos e outros tipos de materiais. Cistos são diferentes de tumores, explica MayoClinic.com. Um cisto é uma cavidade pequena e não cancerosa. Um tumor, ao contrário, é causado por um crescimento anormal de células cancerosas, formando uma protuberância completa do tecido. Um cisto pode não apresentar qualquer sinal ou apresentar uma variedade de diferentes sintomas, dependendo de onde está localizado no cérebro. As causas podem ser diversas.

Outras pessoas estão lendo

Formação anormal da membrana

Muitos tipos de cistos no cérebro surgem enquanto o feto ainda está no útero, devido a uma anormalidade no desenvolvimento. Por exemplo, cistos aracnoides, também chamados de cistos leptomeninges, geralmente se desenvolvem no espaço subaracnoide do cérebro, uma área entre as camadas de membranas que o envolvem. Os médicos acham que esses cistos aracnoides são causados por uma divisão anormal, que se forma enquanto as membranas estão crescendo no cérebro fetal. A divisão anormal resulta em um saco minúsculo na membrana, que é preenchido com o fluido cefalorraquidiano, explica a Associação Americana de Tumores Cerebrais.

Desenvolvimento anormal do cérebro

Outros tipos de cistos, incluindo cistos dermoides e epidermoides, também ocorrem como consequência de uma anomalia no desenvolvimento do cérebro. Esses cistos surgem quando as células que estão programadas para se transformar em tecidos da pele acidentalmente ficam presas no interior do cérebro fetal em desenvolvimento. Essas células continuam a crescer e a se diferenciar e, geralmente, formam um pequeno cisto, contendo folículos de pele e de cabelo, no caso do cisto dermoide, ou de pele e cristais de colesterol, no caso do cisto epidermoide, segundo a Associação Americana de Tumores Cerebrais.

Cistos pineais

Cistos pineais são outro tipo de cisto no cérebro que podem formar-se no desenvolvimento do feto ou em um jovem adulto depois da puberdade. Esses cistos são nomeados por causa da glândula pineal onde eles crescem. Os médicos não entendem a causa exata de cistos pineais, mas eles acreditam que pode estar relacionada com a diminuição da glândula pineal, que normalmente ocorre após a puberdade, de acordo com a Associação Americana de Tumores Cerebrais.

Cistos causados por tumores

Apesar dos cistos e os tumores possuírem tipos de estruturas completamente diferentes, alguns cistos cerebrais podem ser causados pelo rápido crescimento das células que causam tumores, explica a Associação Americana de Tumores Cerebrais. Como as células cancerosas crescem fora de controle e formam tumores, elas podem criar espaços entre tecidos no cérebro, que se enchem de fluido cefalorraquiano ou outro material.

Parasitas cerebrais

A tênia de porco, chamada de Taenia solium, cava o tecido humano e forma pequenos e rígidos cistos. Se a tênia cavar no cérebro e formar cistos, a condição é chamada neurocisticercose, diz os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

Outras causas

Certos cistos no cérebro, como cistos aracnoides, podem formar-se mais tarde na vida a partir de anormalidades no desenvolvimento. Cistos aracnoides secundários, que é o nome dado para cistos que se desenvolvem mais tarde na vida, podem ser causados por uma lesão ou complicação de uma cirurgia no cérebro, explica o Instituto Nacional de Distúrbios Neurológicos e Derrame. Outra condição conhecida como meningite, que é um inchaço nas membranas que envolvem o cérebro, pode também resultar no desenvolvimento de cistos aracnoides secundários.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível