Causas médicas para odor corporal em idosos

Escrito por andrea carson | Traduzido por julio vizo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Causas médicas para odor corporal em idosos
Com o passar do tempo nosso corpo muda tanto internamente quanto externamente (elderly/women/ visitors entering together image by L. Shat from Fotolia.com)

Medicamentos e certos tipos de alimentos podem causar odores corporais em pessoas de qualquer idade. No entanto, os odores corporais em pessoas mais velhas, que também têm problemas médicos subjacentes, são mais visíveis devido às mudanças naturais do corpo que ocorrem com o envelhecimento. O odor corporal em idosos resulta de um aumento de ácido palmitoleico e peróxidos lipídicos produzidos por uma maior decomposição de ácidos graxos combinados com as bactérias na pele.

Outras pessoas estão lendo

Problemas estomacais

Devido a uma diminuição de ácido clorídrico com o passar dos anos, as pessoas mais velhas tendem a ter problemas digestivos. "Hipocloridria" é o termo médico para essa condição. Estima-se que cerca de 13% de ácido clorídrico seja perdido a cada 10 anos. Isso resulta em alimentos que permanecem no corpo causando o crescimento excessivo de bactérias, resultando na fermentação e decomposição de comida. Os problemas que ocorrem pela hipocloridria incluem mau hálito, refluxo gastroesofágico, ou RGE, excesso de gases, candidíase, crescimento excessivo de leveduras no corpo e síndrome do intestino irritável, também conhecida como SII. Todos eles podem levar a um odor corporal desagradável.

Cálculo biliar

Pessoas com mais de 60 anos correm maior risco de desenvolver cálculos biliares, independentemente do estilo de vida, e as mulheres são duas vezes mais propensas a desenvolvê-los do que os homens. Indivíduos que tomam medicamentos para baixar o colesterol e diabéticos também estão em uma categoria de alto risco.

Os cálculos biliares se formam quando um excesso de bile ou uma combinação de bile e colesterol acumula-se no fígado. A bile auxilia o organismo na digestão de gorduras e a eliminação imprópria dela levará o corpo a exalar um cheiro de ovo podre.

Colecistite é o resultado da inflamação da vesícula biliar e provoca um gosto ruim na boca, mau hálito, odor corporal em excesso e fezes de cor clara.

Funções renais reduzidas

A insuficiência renal ocorre quando as toxinas não são metabolizadas e eliminadas do corpo durante a micção. As pessoas mais velhas têm uma diminuição das funções renais, que pode levar à doença renal. Essa redução, ou um problema parecido chamado "Uremia", faz com que o hálito ou a urina exalem um odor semelhante a amoníaco, e também pode criar um cheiro de urina ou amoníaco no corpo.

Produção de enzimas diminuída

A capacidade do corpo de criar as enzimas necessárias para metabolizar os alimentos diminui com a idade e resulta na liberação de toxinas através da pele, mais especificamente através das glândulas sudoríparas. Em pessoas mais velhas, que já não podem produzir as enzimas necessárias, consumir compostos orgânicos, como cebola, alho ou curry, irá resultar em odores desses compostos que permearão a pele. Mais comumente, os odores de desequilíbrios metabólicos cheiram a peixe, gás, lixo, borracha queimada, ovos podres ou fezes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível