Causas sociais da violência na adolescência

Escrito por jeffery keilholtz | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Causas sociais da violência na adolescência
A violência na adolescência afeta todas as culturas (stop...Ã la violence image by rachid amrous-spleen from Fotolia.com)

Violência na adolescência é um problema predominante na vida dos jovens em todo o mundo. Em 2009, segundo o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos EUA, cerca de um em cada três estudantes do ensino médio daquele país admitiu envolvimento em um confronto físico. Lamentavelmente, ainda segundo o estudo realizado nos EUA, o homicídio é a principal causa de mortes adolescentes na comunidade afro-americana. Causas sociais e frustrações afetam a vida cotidiana dos adolescentes e a suavização dos efeitos negativos das pressões sociais aumenta a chance de sucesso e sobrevivência entre todos eles.

Outras pessoas estão lendo

Bullying na adolescência

O bullying é uma das principais causas sociais da violência na adolescência. Em 2009, quase um em cada cinco adolescentes admitiu a enfrentar a ira de um "valentão" da escola ao longo do ano letivo nos Estados Unidos, de acordo com o CDC. O bullying na adolescência ocorre quando um ou mais alunos aplicam pressão inadequada sobre outro adolescente ou um grupo deles. As táticas de bullying podem incluir ameaças verbais ou físicas e intimidação. Esse fenômeno pode ocorrer dentro ou fora das dependências da escola e caso seja testemunhado deve ser comunicado às autoridades competentes sem hesitação.

Abuso infantil

O abuso pode decorrer de uma variedade de pessoas e situações. O abuso infantil no seio das famílias muitas vezes leva à violência social no comportamento adolescente, de acordo com a Universidade de Minnesota, dos EUA. Em muitos casos, as crianças que sofrem abuso ‒ verbal, físico, sexual, etc ‒ não conseguem desenvolver-se em sentidos essenciais para o funcionamento social saudável. As crianças abusadas podem regredir emocionalmente e, como resultado, desenvolver problemas acadêmicos, emocionais e de relacionamento. À medida que elas crescem, podem desenvolver depressão, baixa autoestima, assumir riscos nocivos ou recorrer à violência. Tal como acontece com o bullying, o abuso infantil nunca deve ser tolerado e se for suspeitado ou testemunhado deve ser comunicado às autoridades competentes.

Inveja e inferioridade

Os adolescentes tornam-se alvos de violência social quando possuem características que os destacam. Por exemplo, crianças que apresentam aptidões ou recursos intelectuais extraordinários são consideradas alvos de intimidações e abusos, de acordo com a Family First Aid. Um "valentão" pode sentir-se inferior quando comparado à força de outro adolescente em áreas acadêmicas. Um adolescente inteligente, com amizades saudáveis ​​e positivas e que mostra humildade e autoconfiança provavelmente evitará encontros violentos com os outros.

Parentalidade inconsistente

Um adulto ausente ou inconsistente em seus deveres parentais pode contribuir como uma causa social à violência na adolescência. Os adolescentes que carecem de orientação dos pais podem não ganhar os atributos de desenvolvimento necessários para agir adequadamente em situações sociais. Eles podem rebelar-se, apresentar uma falta de consciência social e recorrer à violência. O sucesso da parentalidade significa ensinar as crianças a diferença entre o certo e o errado e a importar-se com aqueles que não podem cuidar de si mesmos, além de mostrar a elas que suas ações têm consequências. Uma educação inconsistente nessas áreas deteriora a capacidade normal e saudável de um adolescente de pensar, agir e amadurecer.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível