Qual parte do cérebro controla as emoções?

Escrito por om paramapoonya | Traduzido por fabrício basílio o. de souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual parte do cérebro controla as emoções?
Aprenda mais sobre a parte do cérebro que controla as emoções (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

O cérebro é o órgão mais complexo do nosso corpo. Várias partes controlam os diferentes tipos de emoções. Quando todas elas trabalham corretamente, faz com que possamos nos sentir emocionalmente saudáveis e estáveis. O funcionamento defeituoso, no entanto, pode levar a graves problemas emocionais.

Outras pessoas estão lendo

Sistema límbico profundo

O sistema límbico profundo (SLP) está localizado na área central do cérebro e tem aproximadamente o tamanho de uma noz. Ele desempenha um papel vital na criação do estado emocional de uma pessoa. Como um álbum de fotos mental, o SLP armazena memórias emocionais altamente carregadas, tanto positivas quanto negativas. Esta experiências perpétuas de nossas memórias emocionais afetam fortemente o nosso tom emocional. Por exemplo, as experiências traumáticas geralmente fazem com que uma pessoa se torne negativa e melancólica, enquanto que as pessoas com memórias emocionais positivas são mais otimistas e geralmente felizes.

Córtex pré-frontal

O córtex pré-frontal (CPF) está na metade da frente do cérebro. Ele é responsável por nosso foco, planejamento, controle de impulso, controle emocional, empatia, julgamento e discernimento. A atividade saudável no córtex leva à reflexão, consciência e uma personalidade orientada para objetivos. Se o córtex possui uma atividade baixa, ele pode fazer uma pessoa fique desorganizada, facilmente distraída e até antissocial. Por outro lado, se o córtex estiver sobrecarregado, pode causar falta de flexibilidade, ansiedade e impulsividade.

Giro do cíngulo anterior

O giro cingulado anterior (GCA) está na localizado na área medial do cérebro, e corre longitudinalmente através dos lóbulos frontais. É a parte do cérebro que torna os seres humanos flexíveis e capazes de perceberem as opções na vida. É por isso que às vezes é chamado de "alavanca do câmbio do cérebro". As pessoas com atividade saudável no giro cingulado são geralmente cooperativas e mais adaptáveis às mudanças. As pessoas com desequilíbrio no giro cingulado, ao contrário, geralmente se preocupam muito com o futuro, guardam rancor do passado e se sentem inseguro no mundo. Alguns distúrbios psiquiátricos graves associados à atividade anormal do giro cingulado incluem o transtorno obsessivo compulsivo, transtornos alimentares e transtornos aditivos.

Gânglios basais

Os gânglios basais (GB) são um grande conjunto de núcleos, em torno do sistema límbico profundo. Sua principal tarefa é integrar movimentos, sentimentos e pensamentos. Em outras palavras, eles são as partes do cérebro que fazem você pular quando você está surpreso, e congelar quando você está chocado. A baixa atividade dos gânglios basais pode resultar em distúrbios do movimento e baixa motivação, enquanto a alta atividade dos gânglios basais geralmente provoca o vício por trabalho, ansiedade e tensão muscular. Os gânglios basais, além disso, estão envolvidos com a sensação de prazer ou de êxtase. É por isso que certas drogas, como a cocaína, os afetam.

Lobos temporais

Os lobos temporais estão abaixo das têmporas e atrás dos olhos. Eles estão no controle de memória, aprendizagem de linguagens, reconhecimento de objetos e estabilidade de humor. Problemas nos lobos temporais, especialmente no lado esquerdo, geralmente levam a problemas de temperamento, agressividade e depressão grave. Por outro lado, a alta atividade nos lobos temporais do lado direito pode resultar em um aumento da percepção sensorial, ou um extremo senso de intuição, o que torna certas pessoas mais religiosas do que os outras.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível