Como é chamado o santo das causas impossíveis?

Escrito por jamie wilson | Traduzido por gabriela cubayachi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como é chamado o santo das causas impossíveis?
Santa Rita de Cássia sofreu de feridas de coroa-de-espinhos por quinze anos. (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Tradicionalmente, são designados papéis importantes aos santos católicos na religião, bem como orações próprias que refletem os seus interesses especiais ou detalhes-chave de sua vida. Dois santos são chamados como "O Santo das Causas Perdidas " : São Judas, um apóstolo tido muitas vezes como irmão de Jesus; e Santa Rita de Cássia, uma freira augustiniana italiana que viveu durante o fim do século XIV e começo do século XV.

Outras pessoas estão lendo

A vida de São Judas Tadeu

São Judas pode ter sido um irmão ou primo de Jesus e acredita-se que tenha nascido de Cleophas e Maria, irmã de Lázaro. Ele era um dos 12 Apóstolos originais e, depois de Jesus ser crucificado, viajou pelo Oriente pregando o Evangelho. Ele foi provavelmente martirizado por ser um agredido té a morte com uma clava e decapitado na Pérsia, algum tempo depois de 62 A.C.

A Proteção de São Judas Tadeu

Muitas razões são dadas pela associação de São Judas com as causas impossíveis. Em sua Carta, ele adverte os cristãos a perseverarem diante de circunstâncias graves, não importando quão desesperadoras elas pareçam. Ele era frequentemente confundido com Judas Escariotes no início da Igreja Católica, e parecia que a devoção a ele era uma causa perdida. De qualquer forma, São Judas é frequentemente invocado por aqueles que estão desesperados e não vêem saída na situação.

A vida de Santa Rita de Cássia

Santa Rita nasceu Margarita Lotti de Cássia, filha de Antônio e Amata Lotti. Embora desejasse se tornar uma freira augustiniana desde nova, seus pais a casaram com um homem que era abusivo e perturbador. No fim, ele foi morto em uma briga e seus filhos gêmeos queriam vingá-lo. Entretanto, ela convenceu-os a perdoar os assassinos. Os dois filhos morreram de causas naturais, provavelmente disenteria, dentro de um ano. Santa Rita tentou subsequentemente tornar-se uma freira augustiniana, mas não foi aceita porque as freiras (algumas inclusive eram parentes dos assassinos de seu marido) temeram que a discórdia poderia vir com ela. Santa Rita perseverou e manteve uma conduta de trazer paz à comunidade e entrou no convento. Ela viveu uma vida santa e morreu respeitada e amada pelo seu serviço à comunidade.

Proteção de Santa Rita

Santa Rita é especialmente reverenciada como protetora das mulheres com problemas. Durante sua vida, a santa foi uma esposa maltratada, uma viúva, uma mãe que perdeu seus filhos, além de ser rejeitada pelas freiras a quem desejava servir. Sua proteção é associada ao abuso doméstico, maternidade e infertilidade, e causas perdidas e impossíveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível