Como saber se o meu ciclídeo africano é macho ou fêmea?

Escrito por joshua roberts | Traduzido por romério júnior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber se o meu ciclídeo africano é macho ou fêmea?
Os ciclídeos africanos são encontrados em quase todos os continentes (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Há inúmeras variedades de ciclídeos africanos espalhados por quase todos os continentes no globo. Embora todos esses peixes sejam agrupados na mesma família (Cichlidae), muitos desses indivíduos diferem muito uns dos outros. Sabendo disso, identificar se um desses peixes é macho ou fêmea pode se tornar uma tarefa mais árdua do que se imagina. O que funciona para uma espécie não necessariamente funciona para outra, fazendo-se necessário um processo mais cuidadoso, que analise com detalhes os indicadores mais comuns, a fim de se assegurarem resultados mais precisos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

O que você precisa?

  • Aquário separado (já pronto para o peixe)
  • Rede para peixe

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Mantenha guardadas as informações que vieram detalhadas junto com seu peixe no momento da compra. Normalmente, fotos ou dados sobre a espécie podem ser úteis na identificação do sexo do animal, ainda mais quando há várias espécies dentro do aquário.

  2. 2

    Examine de perto os peixes de mesma espécie. Alguns ciclídeos são dimorfos, ou seja, machos e fêmeas assumem entre si características que os distinguem, como variação nas cores. Essa é a melhor maneira de diferenciá-los sem que seja necessário pegá-los nas mãos. Dependendo da espécie, a própria loja onde se compraram os peixes pode ter os espécimes separados de acordo com o sexo, com os quais você mesmo poderá fazer comparações.

  3. 3

    Use a rede para pegar os espécimes que não deem para diferenciar apenas através de cores. Com as mãos molhadas, pegue o peixe sem machucá-lo e vire-o para enxergar claramente a parte de baixo. Examine a sua região genital, situada entre o ânus e a nadadeira anal. O macho tem o orifício genital menor; já a fêmea, devido ao processo de desova, possui o orifício genital maior e mais arredondado.

  4. 4

    Coloque cada peixe já identificado em aquários separados para evitar que suas descobertas se percam. Não só é mais conveniente, como também diminui a necessidade de manusear vários peixes de uma só vez.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível