×
Loading ...

O ciclo de vida dos pinheiros

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O poder da vida é inerente até a um pinheiro, que pode conter estruturas reprodutivas sexuais masculinas e femininas dentro de uma mesma árvore. Os pinheiros são gimnospermas, uma espécie de planta que se reproduz através de "sementes nuas", ou sementes não fechadas em um ovário. Esse método de reprodução substitui o método de reprodução por polinização das plantas com flores, ou angiospermas. Os pinheiros são nativos da América do Norte, Europa e sudeste asiático.

O ciclo de vida de um pinheiro começa e termina como uma árvore adulta (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Estróbilo

O ciclo de vida de um pinheiro começa no estróbilo, a estrutura reprodutiva sexual em um pinheiro totalmente maduro. Os estróbilos também são conhecidos como pinhas. Os masculinos estão na parte inferior da árvore, ao passo que as femininas são estruturas na parte superior. Os estróbilos são considerados estruturas unissexuais, pois sediam tanto os órgãos sexuais masculinos quanto os femininos. As pinhas masculinas em um pinheiro contêm microsporócitos, grãos que, eventualmente, evoluem para o pólen. Nos meses de primavera, os estróbilos masculinos liberam pólen no ar, que tem a intenção de alcançar os estróbilos femininos do pinheiro.

Loading...

Polinização

Uma vez que o pólen é liberado no ar, alguns dos grãos caem em pinhas femininas. Isso inicia a fase de polinização. Quando o pólen cai no estróbilo, ele eventualmente faz o seu caminho para o núcleo da planta. Isso transforma o grão de pólen em um tubo polínico. Como resultado, o estróbilo feminino cria quatro megásporos, que contêm cromossomos. Dos quatro megásporos, um vai sobreviver e se tornar um megagametófito. O estágio de polinização da vida de um pinheiro tem a duração de aproximadamente um ano, até que o megagametófito desenvolva óvulos.

Fertilização

Na fertilização, as células somáticas de megagametófito entram em contato com o tubo polínico. Quando isso acontece, o tubo polínico insere dois núcleos para os óvulos e os núcleos agem como esperma. Um dos núcleos irá junta-se ao núcleo dentro do óvulo. Essa união forma um zigoto. Eventualmente, o zigoto se desenvolverá em uma semente, a qual contém um embrião. A semente se dispersa do estróbilo feminino através do vento ou de espécies selvagens, como aves ou insetos.

Crescimento

Após serem dispersos da árvore paterna, as sementes do pinheiro caem na terra e iniciam o processo de crescimento. Em geral, as espécies de pinheiro precisam de luz solar plena para o crescimento máximo. Pinheiros preferem solos ácidos ou arenosos. No entanto, eles são capazes de crescer em ambientes que são difíceis para outras árvores, tais como locais rochosos, pedra calcária e habitats com altitudes elevadas. Os pinheiros podem crescer até 45 m e têm uma vida útil de mais de 100 anos.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...