O ciclo de vida dos répteis

Escrito por katie halpin | Traduzido por valéria wanda fernandes barbosa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O ciclo de vida dos répteis
Os répteis podem viver de alguns anos a varias décadas (3D Photographers/Flickr.com)

Os répteis estão por ai há centenas de milhares de anos. A extensão de suas vidas pode variar de alguns anos a décadas. A inseminação, eclosão e maturação de um réptil depende de fatores que variam desde espécie a recursos alimentares e temperatura. Ainda que os machos sejam necessários para a fertilização, algumas fêmeas saudáveis adultas podem desenvolver e colocar ovos sozinhas.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

De acordo com a National Geographic, os répteis prosperam por cerca de 300 milhões de anos e dominaram a Terra durante a época dos dinossauros. Eles possuem o sangue frio e são recobertos por escamas de proteção. A maioria é terrestre e coloca ovos. Cobras, lagartos, tartarugas, crocodilos e jacarés são todos répteis.

Nascimento

A maioria dos répteis coloca seus ovos perto de uma fonte de água ou em solos úmidos. As cascas dos ovos podem ser grossas e duras ou da consistência de um papel. O período de incubação depende da espécie de réptil e de outros fatores, como a temperatura local.

Maturação

Geralmente, os filhotes são capazes de se defender assim que adquirem mobilidade, mas, de acordo com ExoticPetVet.com, algumas mães não abandonam seus ovos assim que os coloca. Por exemplo, as cobras Python femininas se enrolam ao redor dos ovos para regular a sua temperatura e protegê-los de predadores. Crocodilos também guardam os seus ninhos e filhotes após eles emergirem de seus ovos.

Vida adulta

O tempo que um réptil precisa para atingir sua maturidade sexual depende muito da espécie e de fatores externos, como a disponibilidade de alimento e calor. Rituais de acasalamento podem durar horas antes do ato de acasalamento em si, em que os machos depositam seus espermas na fêmea para fertilização. No entanto, algumas espécies de répteis, como a iguana verde, podem desenvolver e colocar ovos sem a ajuda de fertilização masculina ou através da utilização de espermas armazenados em seu corpo por até seis anos. De acordo com Melissa Kaplan do Anapsid.org, se uma fêmea deposita ovos não fertilizados, eles são equivalentes a ovos de galinha não fertilizados e não vão produzir filhotes. Ovos não fertilizados são abandonados e se decompõem ou são comidos por outros seres.

Considerações

Se você planeja reproduzir ou criar répteis como animais de estimação, pesquise bastante sobre os hábitos de reprodução e incubação de cada espécie em particular. Algumas fêmeas, se não forem dadas condições adequadas de postura dos ovos, como solo úmido e calor, irão guardar seus ovos até que fiquem doentes. Certifique-se de que você possui os alimentos e condições de vida corretos para manter os répteis saudáveis e confortáveis.

Não perca

Recursos

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível