Cinco tipos de feridas abertas

Escrito por nicole crawford | Traduzido por wanderson andrade
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cinco tipos de feridas abertas
Mesmo uma pequena ferida aberta pode resultar em infecção se não for adequadamente tratada (flesh wound image by Allyson Ricketts from Fotolia.com)

Feridas abertas são extremamente dolorosas para as vítimas e intimidantes para aqueles que devem tratá-las. Antes de tentar o tratamento, é útil saber com que tipo de ferida aberta você está lidando a fim de evitar o agravamento ou um tratamento ineficaz. Há pelo menos cinco tipos de feridas abertas: abrasões, incisões, lacerações, perfurações e avulsões. A ferida fechada é a que afeta o tecido debaixo da pele, tais como uma contusão ou bolha de sangue.

Outras pessoas estão lendo

Abrasões

Abrasões são geralmente causadas pela fricção entre a pele e uma superfície rugosa. Elas são comumente chamadas de arranhões. Abrasões geralmente não resultam em sangramento grave porque o dano ocorre perto da superfície da pele. No entanto, sem o devido cuidado, podem tornar-se contaminadas e resultarem em cicatrizes. Limpe uma abrasão com água e sabão para eliminar toda a sujeira que está embutida na pele. Evite coçar ou retirar casquinhas.

Incisões

Incisões são cortes limpos feitos por objetos cortantes, como facas, lâminas de barbear ou pedaços de vidro. Elas podem ser profundas e geralmente resultar em rápida perda de grande quantidade de sangue. As incisões não costumam se infectar porque o corte não tem bordas irregulares para atrair sujeira. Aplique pressão direta sobre a ferida para diminuir o sangramento e procure atendimento de emergência se a perda de sangue for grave e contínua.

Lacerações

A laceração é uma ruptura na pele geralmente causada por objetos contundentes. Ela pode ser difícil de tratar e muitas vezes o tempo de recuperação é mais longo do que de outros tipos de feridas abertas. As lacerações frequentemente envolvem o tecido da pele, bem como os danos extensivos nos tecidos subjacentes e também são propensas à infecção, pois são geralmente irregulares, rasgadas. Sangramento ou hemorragia intensa são outras preocupações.

Perfuração

As perfurações, geralmente causadas por pregos, agulhas ou outros pequenos objetos pontiagudos, podem não parecer graves, mas podem danificar os órgãos subjacentes e resultar em hemorragia interna. Essas feridas são propensas à infecção por tétano e devem ser tratadas por um médico se forem sérias. Se você tiver um ferimento e o objeto ainda estiver na pele, não o remova.

Avulsão

Uma avulsão resulta em grave ruptura de tecidos, muitas vezes resultando na suspensão da pele ou ruptura completa. Se uma parte da pele é arrancada, tente encontrá-la, lave-a, embrulhe em gaze estéril e armazene em um saco plástico estéril. Não congele ou coloque completamente na água. O sangramento pode muitas vezes ser intenso e uma pressão deve ser aplicada imediatamente. Se a pele está pendurada na ferida, coloque-a de volta no lugar e aplique uma pressão constante.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível