Cirurgia estomacal em cães

Escrito por david harris | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cirurgia estomacal em cães
Os cães apresentam problemas gástricos quando engolem um objeto estranho (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Se seu cão está doente ou ingeriu um objeto estranho, pode ser necessário submetê-lo à uma cirurgia estomacal. Em alguns casos, o veterinário saberá exatamente qual o problema, enquanto que, em outros, a cirurgia será exploratória.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

De acordo com o website PetPlace.com, muitos problemas gástricos surgem quando o animal come algo como um brinquedo de plástico ou de pelúcia, ou qualquer outro objeto pequeno. Esse corpo estranho pode ficar preso no estômago e obstruir a digestão. Os cães também sofrem de uma grande variedade de problemas abdominais orgânicos, de refluxo gástrico crônico a câncer. Somente um exame completo e testes de diagnóstico podem dar ao veterinário a noção necessária para prosseguir com uma cirurgia.

Importância

A cirurgia estomacal é mais frequentemente recomendada como último recurso. No caso da ingestão de um objeto, o veterinário tentará localizá-lo e removê-lo através de uma endoscopia, mas nem sempre esse procedimento é bem sucedido. Mesmo que nada seja encontrado, a endoscopia pode revelar outros problemas que precisam de um procedimento cirúrgico para serem resolvidos, como uma hérnia de esôfago ou outra anomalia anatômica que interfira no processo normal de digestão.

Processo de preparação e introdução

O cão será sedado com anestesia e sua região abdominal será raspada antes do procedimento. Em seguida, o veterinário fará uma incisão no abdômen e puxará o estômago para fora.

Tratamento para corpo estranho

Assim que o corpo estranho for localizado no estômago, o veterinário fará uma incisão no órgão para remover o objeto. Em seguida, ele suturará o estômago e o abdômen do animal. Se o problema não for causado por um corpo estranho, o cirurgião examinará cuidadosamente o estômago e intestinos, procurando por inchaço, infecção ou lesões, realizando a intervenção adequada conforme necessário.

Tempo de recuperação

De acordo com o website PetPlace, o cão será mandado para casa assim que puder comer e beber novamente. As suturas quase sempre são removidas de uma a duas semanas após a cirurgia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível