A cirurgia de redução do estômago pode ser desfeita?

Escrito por donn saylor | Traduzido por marcos vinicios de araújo barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Na cirurgia de redução do estômago, gastroplastia, como o nome já diz, o tamanho do estômago é reduzido. No procedimento, os médicos fazem uma bolsa com o próprio órgão na parte superior dele, usando um “cinto” (banda) ou grampos cirúrgicos. Essa cirurgia faz com que os alimentos se desviem do intestino delgado, porque este absorve menos as calorias recebidas pelo organismo e consequentemente contribui para a perda de peso. Apesar de não ser uma cirurgia fácil de ser revertida, é possível desfazê-la.

Outras pessoas estão lendo

Estado de saúde

Em primeiro lugar, o estado de saúde da pessoa para fazer a reversão da cirurgia tem de estar muito bom e nem todos os pacientes podem fazê-la. Normalmente, apenas os pacientes que estão tendo problemas prolongados com o procedimento realizado são considerados candidatos em potencial para reverter a cirurgia.

Operação

A reversão da cirurgia é um procedimento sério. Na maioria dos casos, desfazê-la é mais complicado que a cirurgia inicial.

Ganho de peso

Ao reverter a cirurgia de redução do estômago, geralmente, os pacientes ganham o peso perdido de volta. Isso pode contribuir significativamente para futuros problemas de saúde.

O que pode acontecer?

Ao reverter o procedimento, o médico terá que retirar os grampos ou bandas do órgão que, ao longo do tempo, se fundiram com o estômago. A remoção desses objetos deixa o paciente à mercê de sofrer hemorragias estomacais e traumas.

Tipos

A gastroplastia e a banda gástrica ajustável por laparoscopia são dois procedimentos diferentes. A segunda é mais fácil de ser revertida que a primeira.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível