on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Clonagem embrionária vs. clonagem terapêutica

Atualizado em 13 junho, 2017

A clonagem é a criação de matéria biológica idêntica ao material original. A clonagem embrionária e a clonagem terapêutica são duas variantes da mesma técnica.

As clonagens embrionária e terapêutica são utilizadas por várias razões médicas (Image by Flickr.com, courtesy of Sergei Golyshev)

Definições

A clonagem embrionária é aquela que usa as células de um embrião e é definida pelo material usado. Em contrapartida, a clonagem terapêutica é definida pelo seu uso e não pela sua fonte. Ela geralmente é realizada para tratar e curar doenças.

Loading...

Técnica

Tanto a clonagem embrionária quanto a terapêutica pegam células de um só indivíduo, as cultivam e extraem as células-tronco das células resultantes.

Material usado

A clonagem embrionária usa embriões humanos criados em laboratórios para fins de pesquisa ou que sobraram de fertilizações in vitro. A clonagem terapêutica pode ser feita com embriões ou com as células-troncos de outras fontes, como a medula óssea ou o sangue do cordão umbilical.

Usos

A clonagem terapêutica é usada para desenvolver tratamentos para doenças como o Mal de Parkinson e de Alzheimer, assim como clonagem reprodutiva, que cria um outro indivíduo com os mesmos genes dos pais.

Controvérsias

Há muitas controvérsias em relação à clonagem embrionária, já que o embrião precisa ser destruído para que o material necessário possa ser usado. A clonagem terapêutica que usa embriões também faz parte dessa controvérsia. Consequentemente, o uso de células-tronco adultas é frequentemente sugerido como solução.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...