Cobras e aranhas venenosas

Escrito por john lindell | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cobras e aranhas venenosas
Picadas de cobras venenosas podem ser muito perigosas (Comstock/Comstock/Getty Images)

Certos tipos de cobras e aranhas possuem uma picada venenosa que as criaturas usam para paralisar e matar as presas, para poderem comê-las. Esses répteis e aracnídeos ocasionalmente entram em contato com seres humanos, uma situação que pode resultar em uma picada. Embora a maioria destes encontros não sejam fatais, as picadas de cobras e aranhas venenosas podem ter sérias consequências.

Outras pessoas estão lendo

Cobra coral oriental

A cobra coral oriental, também chamada de cobra coral arlequim, é uma espécie muito venenosa que existe no sul dos Estados Unidos, da Carolina do Norte à Flórida, e no oeste, em boa parte do Texas. A cobra coral pertence à mesma família de serpentes venenosas, tais como as najas, taipans e serpentes do mar. A cobra coral oriental é um réptil colorido, com a cabeça preta e listras pretas e vermelhas alternadas pelo corpo. Espécies similares e não venenosas incluem as king snakes, mas um velho ditado norte-americano que vai te ajudar a identificar a cobra coral é "vermelho em amarelo vai matar um companheiro". Isso se refere às listras vermelhas e pretas separadas por listras amarelas em uma cobra coral. Essa espécie cresce até 1,2 m.

Aranha-marrom

A aranha-marrom possui a forma de um violino marcada onde a cabeça se junta ao tórax. A picada só ocorre quando ela encontra pessoas involuntariamente, mas pode causar uma ferida purulenta que leva semanas para se curar. Esta aranha é "tímida", mas seu hábito de se esconder em guarda-roupas e entrar em calçados e roupas pode ser um problema. Se alguém colocar um calçado com uma aranha dentro, por exemplo, pode ser picado e sofrer inchaços, vermelhidões e uma ferida encrostada. Fatalidades pela picada da aranha-marrom, embora raras, são mais recorrentes em bebês, idosos e pessoas enfermas. Essa aranha pode ser encontrada em várias regiões do Brasil, sobretudo no Nordeste, Sudeste e Sul, e em mais de uma subespécie (ver os Recursos).

Viúva-negra

O site da Extensão da Universidade do Estado de Ohio afirma que, embora o veneno da aranha viúva-negra seja incrivelmente poderoso, apenas 1% das pessoas picadas por ela morrem. Isso ocorre porque a aranha raramente injeta uma quantidade de veneno suficiente para matar uma pessoa. A viúva-negra fêmea é capaz de dar uma picada perigosa. Ela tem o corpo preto com um brilho perceptível e dois triângulos avermelhados na parte inferior do corpo que se combinam para formar uma ampulheta. As picadas dessa aranha ocorrem apenas quando alguém perturba suas teias, que costumam ficar perto do chão e em locais fora do caminho. As viúvas-negras existem principalmente no extremo sul dos Estados Unidos, mas também aparecem de Massachusetts a Flórida e no ocidente da Califórnia. No Brasil, pode ser encontrada próxima ao mar, sobretudo em praias pouco frequentadas. É amplamente encontrada em torno da Baía de Guanabara.

Cobra cabeça-de-cobre-americana

Cinco subespécies da cobra cabeça-de-cobre-americana ocorrem nos Estados Unidos. A cobra recebeu esse nome devido à cor de cobre da sua cabeça, mas o resto do corpo pode ter tons de cobre, rosa e/ou laranja com listras castanhas. A cabeça-de-cobre mede em torno de 30 a 60 cm de comprimento, mas algumas podem ter mais de 1,2 m. Elas vivem do Sul da Nova Inglaterra ao norte da Flórida, e do Baixo Centro-Oeste ao sul das Grandes Planícies. As cabeças-de-cobre usam seu veneno para dominar roedores, lagartos e sapos. Sua picada raramente é fatal, mas causa dor extrema.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível