Como codificar a deficiência de testosterona

Escrito por paul parsons | Traduzido por juliana ferreira dos anjos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Usar o código correto do CID e do CPT no faturamento inicial de um pedido médico pode garantir e agilizar o pagamento para o seu serviço. Codificar certo da primeira vez deixa os custos de expedição e tempo dos funcionários baixos, e mantem as reclamações antigas apoiadas na suas contas. O faturamento de deficiência de testosterona não é diferente dos outros; você só deve ter certeza que tem as informações para justificar essa razão da cobrança.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Formulário de encontro do paciente
  • Prontuário do paciente
  • Livro de código atual do CID
  • Livro de código atual do CPT
  • Câmara de cobrança de seguro
  • Computador com acesso à Internet
  • Formulário CMS 1500

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Obtenha o formulário de encontro do paciente e verifique os procedimentos feitos e os diagnósticos fornecidos pelo provedor. Pode ser em formulário de papel, ou se seu escritório não utiliza papel, essa informação pode ser encontrada na seção de base de dados do programa no computador. Olhe o prontuário do paciente e o formulário, e descubra se o provedor listou "deficiência de testosterona" como diagnóstico. Também olhe os códigos dos procedimentos e diagnósticos listados para o paciente.

  2. 2

    Pegue o livro de CID e procure o código para o diagnóstico de deficiência de testosterona. Você verá que não existe um código específico para isso. O provedor deve ter codificado como "hipofunção testicular". Ao procurar por esse código, você descobrirá que existem dois tipos diferentes dessa hipofunção - iatrogênica (significa que foi causada por um fator externo), que é o código 257.1, ou o testicular (significa que os próprios testículos estão causando a hipofunção) que é o código é 257.2. Procure para ver qual código se encaixa ao diagnóstico. Você pode conferir o diagnóstico, conferindo os resultados de exames recentes ou outros relatórios. Digite esse código na seção correta, que é 21, no formulário CMS 1500, para corresponder com o código de procedimento compatível.

  3. 3

    Consulte o prontuário do paciente para confirmar os procedimentos no formulário de encontro. Olhe no livro de código de CPT para confirmar que o código está correto e atualizado. Digite o CPT correto na área de faturamento do programa médico, ou se o pedido for cobrado em papel, insira a informação na seção 24 D do formulário CMS 1500.

  4. 4

    Entre na conta com a câmara de faturamento médico e transfira a informação do pedido para pagamento. Se o pedido for apresentado em papel, imprima o formulário 1500 e assine na seção 31. Coloque o formulário em um envelope e, em seguida, no correio.

Dicas & Advertências

  • Lembre que certos procedimentos têm códigos específicos e só serão pagos se um determinado diagnóstico está ligado ao procedimento. Por exemplo, você não pode fazer um raio-x do tórax com diagnóstico de dor de cabeça -- a seguradora não vai pagar. Você deve codificar corretamente para o procedimento ser feito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível