Coisas que afetam a frequência de pulso

Escrito por krista martin | Traduzido por mário candi tsuge
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A pulsação revela muito sobre a saúde física e mental de uma pessoa. Ela refere-se ao número de vezes que seu coração bate por minuto. Apesar de variar de pessoa para pessoa, a taxa média é em torno de 70 a 80 batimentos por minuto. Os fatores que podem aumentar ou diminuir essa frequência incluem a idade, atividade física, saúde e medicamentos. Se uma frequência de pulso está acima ou abaixo do normal, ela pode ser melhorada. Consulte um médico caso a sua pulsação esteja muito alta ou baixa para descobrir o que você pode fazer para melhorá-la.

Outras pessoas estão lendo

Idade

A pulsação diminui com a idade. Quando um bebê nasce, o coração bate cerca de 120 vezes por minuto. Em crianças, essa frequência diminui para cerca de 100 batidas por minuto. Um adulto com menos de 60 anos normalmente tem uma frequência cardíaca entre 70 e 80 batimentos por minuto. Os idosos acima de 60 anos têm tipicamente uma pulsação de cerca de 60 batidas por minuto. Além da idade, essa taxa nas mulheres é ligeiramente mais rápida do que nos homens.

Atividade e exercício

Quando o corpo se exercita, o coração trabalha mais do que o normal. Mesmo antes de se exercitar, a frequência cardíaca sobre acima do normal. Isso é conhecido como uma resposta antecipatória. A atividade física aumenta a produção de dióxido de carbono, consumo de oxigênio e respiração. O oxigênio se move rapidamente para as células musculares e a circulação do sangue fica mais rápida. Muita atividade obriga o coração a trabalhar mais rápido, aumentando assim a pulsação.

Saúde

A saúde tem efeito sobre a pulsação. Os fatores como a digestão, dor, emoção e pressão arterial elevados afetam a frequência cardíaca. Quando um indivíduo está sentindo dor ou está experimentando elevadas emoções negativas como medo, raiva, ansiedade ou excitação, a pulsação é aumentada. Quando um indivíduo experimenta essas emoções, o corpo produz uma resposta de "fuga ou luta". O cérebro dispara respostas químicas para o resto do corpo, incluindo o coração. Quando isso ocorre, a frequência cardíaca aumenta, mas apenas por um curto período de tempo até que o estresse diminua. As medidas do corpo também influenciam na saúde. Uma pessoa baixa e obesa tem uma maior pulsação do que uma pessoa alta e magra.

Medicação

A medicação também afeta a pulsação. Os medicamentos anti-hipertensivos, que são usados para tratar a hipertensão arterial podem aumentar a frequência de pulso. Esses medicamentos relaxam os vasos sanguíneos no corpo ou os alargam para diminuir a pressão arterial. Como resultado, eles aumentam a pulsação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível