Mais
×

Como colar as orelhas do Sheltie

Atualizado em 17 abril, 2017

Como uma cachorro de raça pura, o Pastor de Shetland, ou Sheltie, é uma raça relativamente nova e foi registrada no Kennel Clube do Reino Unido em 1909. Seu início se deu em 1844, com o cruzamento de cães Yakki (pastores nórdicos) com ancestrais do Collie e Border Collie que viviam na região das ilhas Shetland. Pertencem à categoria de cães de pastoreio, tem cerca de 35 cm de comprimento e pelos longos. Seus proprietários adoram mostrá-los em exposições. A fim de atender as qualificações rigorosas dos shows, os proprietários colam suavemente as orelhas à cabeça do cão. Este processo é indolor e ajuda no crescimento uniforme delas.

Instruções

O Sheltie é também conhecido por Pastor de Shetland (Sheltie Portrait image by jodi mcgee from Fotolia.com)

    Limpeza

  1. Verifique se seu cão está limpo, caso contrário, lave-o com xampu e condicionador e deixe secar.

  2. Escove bem o cão, removendo emaranhados e nós do pelo, especialmente na área ao redor das orelhas.

  3. Coloque uma gota de cola de tecido sobre o pelo na ponta de uma orelha. Faça isto mais perto do lado interno da orelha.

  4. Localize os pelos mais longos que crescem na borda interna da orelha. Cole a ponta da orelha, logo abaixo dos pelos mais curtos da borda.

  5. Repita o mesmo processo na outra orelha. Certifique-se de que ambas estejam na mesma posição, assim ficarão iguais. Deixe secar.

  6. Penteie suavemente os pelos em volta da bordas da orelhas. Penteie no sentido de frente para trás. Quando estiver satisfeito com a forma das orelhas, segure as duas juntas, coloque uma a duas gotas de cola em cada ponta, e pressione para mantê-las no lugar.

Dicas

  • As orelhas devem permanecer coladas por 2 semanas ou mais, se necessário. Caso ainda não estejam na posição correta, cole novamente.

O que você precisa

  • Você vai precisar:
  • Xampu e condicionador para cães
  • Escova ou pente para os pelos
  • Cola de tecido
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article