Como começar a andar após a retirada do gesso

Escrito por julia derek | Traduzido por mari mieko
Como começar a andar após a retirada do gesso

Exercícios de fortalecimento da panturrilha servião de ajuda após a retirada do gesso

altrendo images/Stockbyte/Getty Images

O alívio que você sente depois que o gesso é removido de sua perna ou seu pé pode ser rapidamente substituído por uma sensação de desconforto ao andar novamente. É normal sentir dor, rigidez e inchaço na articulação imobilizada e isto pode persistir por alguns dias após a retirada do gesso, sem mencionar a descamação da pele. Os músculos de uma perna imobilizada atrofiam devido ao desuso, o que significa que eles perdem tamanho e força. "Por estar sem movimentar a perna por um tempo, você pode ter rigidez e fraqueza muscular em áreas não lesadas", afirma o site OhioHealth. Começar lentamente com trechos pequenos vai ajudar.

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Comece a caminhar assim que se sentir confortável e seu médico autorizar. Você poderá usar muletas ou bengala para um apoio parcial. Certifique-se de andar com o pé apontado para a frente, tanto quanto for possível, porque isso irá ajudar a fortalecer o músculo da panturrilha.

  2. 2

    Faça um exercício cardiovascular, especialmente se você estiver planejando voltar a ter um estilo de vida ativo. "Um programa cardiovascular acelera sua taxa de retorno e serve de ajuda se você for menos ativo, aumentando o fluxo de sangue e oxigênio e, como consequência, acelerando o processo de cicatrização", explica a Hughston Sports Medicine Foundation. A bicicleta é uma boa escolha, porque o movimento irá forçar a perna a dobrar-se e ajudará na recuperação do movimento de articulações rígidas.

  3. 3

    Faça exercícios isométricos para recuperar a força muscular através da contração dos músculos contra um objeto estável, sem mover a articulação. Por exemplo, se você estiver em frente a uma parede, pressione a palma das mãos contra ela o mais forte possível, como se estivesse tentando empurrá-la para longe. Você estará trabalhando os músculos do peito de forma isométrica.

  4. 4

    Adicione exercícios concebidos especificamente para fortalecer os músculos atrofiados das pernas e faça-os duas vezes por dia. Para fortalecer as panturrilhas, gire o pé em grandes círculos, mova-o de um lado para o outro, aponte-o e flexione-o. Quando sua panturrilha e seu tornozelo estiverem mais fortes, coloque um elástico de resistência sob seu pé quando for apontá-lo e flexioná-lo. Se você removeu um gesso que estava acima do joelho, treine sua coxa e os músculos do quadril, deitando de costas no chão, elevando o joelho da perna lesionada em direção ao seu peito e suas costas, e levantando a perna para cima o mais alto possível, abaixando-a em seguida. Repita quantas vezes for possível.

  5. 5

    Inclua exercícios de corpo inteiro, como ficar de pé, ficar na ponta dos pés e ficar ereto sobre o pé lesionado, mantendo-se dessa maneira pelo tempo que você conseguir, uma vez por dia. Além disso, alongue os músculos da panturrilha, apoiando as mãos contra a parede e inclinando-se para frente, tanto quanto for possível, enquanto empurra os calcanhares em direção ao chão.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media