on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como começar a namorar após a viuvez

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Decidir namorar após a viuvez pode ser difícil. Primeiro você deve lidar com a dor inevitável, tristeza, luto e raiva que naturalmente sentirá após a perda de um cônjuge. Esses sentimentos podem nunca acabar completamente, mas irão diminuir com o tempo. Ao tomar a decisão de namorar, espere ter que lidar com sentimentos como culpa além de questões e preocupações como filhos, irmãos, amigos e familiares do cônjuge perdido. Quando decidir namorar, vá devagar e divirta-se. Lembre-se de que o objetivo é voltar a sorrir.

Instruções

Namorar após a viuvez pode ser uma fonte de renovação (dating couple image by Mat Hayward from Fotolia.com)
  1. Dê tempo a si mesmo. Namorar após a viuvez é mais difícil do que após um divórcio pois se separar do seu cônjuge não foi algo com que você concordou. Tire tempo para ficar de luto por ele e por si mesmo, sua perda e a mudança drástica no futuro que havia planejado. Namorar antes de completar seu período de luto pode ser desconfortável e não dar certo. Pessoas queridas podem tentar lhe apressar a voltar a se relacionar após certo tempo, mas ouça a sua intuição. Você saberá quando estiver pronto.

    Loading...
  2. Espere se sentir um pouco desconfortável. Dependendo de por quanto tempo esteve casado, você está fora do mercado há muito tempo. Você está mais velho e sábio, mas menos entendido sobre como homens e mulheres se conectam. Com redes sociais, relações físicas casuais, namoro online e speed dating, pode-se ficar confuso sobre como simplesmente conhecer uma pessoa boa e normal que também quer te conhecer. Seja paciente consigo mesmo e aprenda tentando.

  3. Explique sua situação. Certifique-se de que a pessoa que estiver namorando sabe que é viúvo. Diga que precisa ir devagar pois ainda está sarando. Sinta-se a vontade para falar sobre seu cônjuge o quanto precisar, mas tome cuidado para não transformar a pessoa em psiquiatra ou compara-lá com seu cônjuge.

  4. Discuta sua escolha com pessoas próximas, especialmente com seus filhos. Dependendo da idade e de quanto tempo se passou desde o falecimento, eles podem não estar prontos para que você volta a namorar. Ouça as preocupações deles e converse carinhosamente. Explique que a decisão é sua e que ninguém poderia substituir seu cônjuge.

  5. Espere sentir culpa. Viúvas e viúvos comumente sentem culpa quando namoram pois ainda se sentem casados e apaixonados pelo cônjuge falecido. Isso é perfeitamente normal e irá diminuir com o tempo. Quando esses sentimentos vierem a tona, lembre-se de que seu amado se foi, o amor e a vida que dividiram é uma benção insubstituível e saiba que ele(a) iria querer que fosse feliz. Coloque-se no lugar dele(a), isso pode ajudar. Saiba que você gostaria que ele(a) seguisse em frente e aproveitasse o resto da vida.

  6. Espere se surpreender. Apesar de seu cônjuge ter falecido e nenhum relacionamento se comparará ao que tiveram, lembre-se de que o amor pode lhe surpreender a qualquer idade. O raio pode cair duas vezes no mesmo lugar.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...