Comendo carne sem conservantes

Escrito por andrea cespedes Google | Traduzido por fellipe jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Comendo carne sem conservantes
A carne sem conservantes é mais saudável (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

As pessoas têm preservado a carne naturalmente há milhares de anos mas, nos tempos modernos, conservantes químicos e sintéticos são usados ​​frequentemente. Estudos recentes levantam preocupações quanto à segurança desses conservantes. A edição de março de 1994 da revista Cancer Causes and Control publicou os resultados de um estudo que descobriu uma associação significativa entre crianças que comiam 12 ou mais cachorros-quentes por mês e a taxa de leucemia. Outro estudo publicado na mesma edição mostrou que mulheres grávidas que comeram cachorro-quente uma ou mais vezes por semana durante a gestação tinham o dobro do risco de câncer cerebral. Com os riscos potenciais para a saúde que envolvem conservantes químicos, algumas pessoas acham que é prudente comer carne sem conservantes.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Acesso a uma mercearia que estoca alimentos naturais
  • Carne orgânica (de preferência, de animal alimentado com capim)
  • Aves e suínos orgânicos
  • Salsicha, frios e linguiça sem nitrato e nitrito

Lista completaMinimizar

Instruções

    Compra inteligente

  1. 1

    Compre em uma loja de alimentos naturais e selecione carnes e aves com rótulo de produto natural ou orgânico. Natural indica que um produto de carne não tem corantes artificiais, conservantes ou ingredientes químicos. Produtos de carne orgânicos se conformam a padrões ainda mais exigentes, com os animais sendo alimentados apenas com ração orgânica e tendo acesso ao ar livre. Se não há lojas na área que trabalhem com esses produtos, muitas fazendas oferecem seus produtos naturais e orgânicos online. Os distribuidores embalam os artigos em gelo seco e asseguram que a carne estará fresca quando chegar.

  2. 2

    Leia os rótulos de ingredientes. Evite produtos com nitrato de sódio, nitrito de sódio, BHT, BHA e fosfatos.

  3. 3

    Preste atenção especial quanto ao consumo de carnes processadas. A lista de ingredientes de presunto, cachorros-quentes e linguiças deve ser verificada com cuidado em relação a conservantes químicos. Em virtude do fato de que elas não têm produtos químicos, carnes sem conservantes podem ser menos rosadas - mas têm o mesmo sabor e são perfeitamente seguras.

  4. 4

    Prepare as carnes em casa. Evite cadeias de restaurantes. Quase todos usam carne carregada com conservantes porque ela é mais barata e dura mais tempo.

  5. 5

    Embale seu próprio almoço e de seus filhos. Cantinas escolares e lanchonetes de escritório provavelmente usarão frios cheios de nitratos e nitritos. Cuidado com salgadinhos embalados: estes também estão cheios de conservantes.

Dicas & Advertências

  • Procure descobrir uma fazenda local que venda produtos de carne de gado e porco alimentados com pastagens naturais. Provavelmente será necessário um congelador, uma vez que essas fazendas muitas vezes requerem a compra de grandes quantidades de uma só vez - tal como uma peça inteira de carne.
  • Carne sem conservantes normalmente custa mais do que as variedades ​quimicamente processadas, mas os benefícios para a saúde valem a pena. Se o custo for proibitivo, considere limitar o consumo de carne durante a semana e inclua mais fontes vegetais de proteína, tal como o tofu, na dieta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível