Comida e vestuário do Renascimento

Escrito por katya gordeeva | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Comida e vestuário do Renascimento
O estilo do vestido renascentista era digno de uma rainha (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

O Renascimento começou na Itália no final da Idade Média e se espalhou por toda a Europa, estendendo-se do século XV ao XVII. O termo francês "renaissance" significa renascimento ou reconstrução, e define uma era que trouxe de volta muitas realizações culturais, além da celebração do humanismo. O vestuário renascentista era rico em texturas e cor e a comida era muito parecida com a que temos hoje.

Outras pessoas estão lendo

Moda masculina

Durante o Renascimento, as roupas masculinas tinham um visual muito quadrado, com ombros ampliados e acolchoados. O estilo "barril" também era popular na época. Os alfaiates preenchiam a área central de casacos com crina de cavalo para conseguir uma aparência arredondada. Botões eram forrados, calções e meias cobriam as pernas, e sapatos tinham bico quadrado.

Moda feminina

No início do século XVI, as mulheres normalmente usavam uma camisa de linho por baixo de um vestido simples chamado de túnica, que consistia em um corpete apertado e uma saia longa e cheia. As mangas eram muito amplas, e muitas com acabamento em pele animal. Em meados do século XVI, a moda espanhola se tornou popular. As mulheres usavam crinolinas por baixo de suas roupas, uma estrutura feita de arame, ossos de baleia e tecido. As mangas eram apertadas no antebraço e volumosas na parte superior do braço. Outras tendências populares incluíam cinturas em formato de V e decotes profundos.

Adereços para a cabeça

Os adereços para a cabeça eram levados a sério na época do Renascimento. Se uma pessoa fosse pega sem eles em público, poderia ser multada. No início do século XVI, as mulheres usavam capuzes dobrados, revelando uma apertada touca. Capuzes Gable eram populares até meados do século XVI, quando foram substituídos por capuzes franceses. Esse modelo deixava o cabelo à mostra.

Comida

Frutas, legumes, carnes, massas, doces e pães faziam parte da vida diária do Renascimento. Durante este período, a comida refletia as classes sociais. A classe média não tinha acesso à carne diariamente, e o pão era feito a partir de grãos escuros, tais como cevada e centeio, em vez de trigo, que era mais caro. As pessoas ricas comiam mais carne e outros alimentos, e sua comida era de melhor qualidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível