Comparação entre o Martin D28 e o Martin HD28

Escrito por jeff o'kelley | Traduzido por alexandre lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Comparação entre o Martin D28 e o Martin HD28
Violão Martin (www.martinguitar.com)

Por mais de 176 anos, a C.F Martin Guitar Company construiu violões que se tornaram símbolo de excelência e qualidade. O violão Martin D-28 tem sido um dos mais populares modelos no mercado e continua a ganhar novos e leais seguidores. Mesmo sendo quase idênticos, sutis diferenças entre o D-28 e o HD-28 permitem a cada modelo oferecer um timbre diferente.

Outras pessoas estão lendo

História

O Martin D-28 apareceu no mercado como D-2, posteriormente se tornando D-28 quando foi previsto para entrar em ciclo de produção regular. O modelo D-28 tem um corpo de madeira dura e possui 28 características de estilo, que originalmente incluíam a madeira brasileira jacarandá e o trilho de ziper na parte de trás, que é uma marca registrada.

Em 1976, a Martin introduziu o HD-28, que foi construído para recriar o modelo D-28 pré-1947, mas adicionando um acabamento de espinha de peixe nas bordas e suporte internos em forma de X. Como muitos modelos da Martin, o HD-28 foi um sucesso imediato entre os músicos que queriam violões balanceados e com um bom timbre que pudesse aguentar pesados estilos de tocar.

Suporte interno

Desde sua criação no começo dos anos trinta, o D-28 tem sido construído usando suportes internos em forma de X, o que proporciona um ótimo timbre e uma caixa acústica mais sensível. Esse estilo de suporte foi desenvolvido pela C.F Martin Company em meados do século 19 e se tornou um padrão de construção com a chegada dos violões com cordas de aço, que precisavam de um suporte mais forte do que os com corda de náilon ou de tripas. Esses suportes internos são conhecidos por criarem o timbre único do D-28. A Martin introduziu o HD-28 em 1976, ele tinha um sistema de suportes internos curvo e em forma de X. Ao esculpir algumas partes do sistema original, os luthiers da Martin conseguiram ajustar o tom e o timbre do violão, o que produziu a sutil diferença de som entre o D-28 e o HD-28.

Visual

O Martin D-28 é construído usando jacarandá sólido indiano nas laterais, fundo e cabeça. O tampo é sólido, feito de Stika Spruce, que é acabado com polimento brilhoso e é protegido arranhões por um escudo preto. Ele tem uma combinação de mosaico preto e branco de boltaron no tampo e no fundo da guitarra, e um tróculo de boltaron branco. Usando o chamado "estilo 28" como base, o HD-28 também tinha um mosaico de espinha de peixe no tampo e um escudo de cor marrom escuro, que substitui o escudo tradicional.

Preço

O fabricante sugeriu o preço de varejo do D-28 em aproximadamente R$ 6000, mas o violão é geralmente vendido por R$ 4600 reais. O HD-28 tem um preço de varejo sugerido de R$ 7000 reais, mas pode ser encontrado por R$ 4800 reais em lojas de instrumentos musicais e online.

Visão de especialista

Ambos os Martin D-28 e HD-28 são considerados violões de alta qualidade, combinando com quase qualquer tipo de música. Apesar de mais enfeitado, o HD-28 é vendido por apenas algumas centenas de reais a mais que o D-28, logo preço não é um fator decisivo na compra. Escolher entre esses dois violões é questão de gosto pessoal, "feeling" e preferência de timbre.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível