Complicações de uma castração em um animal

Escrito por lisa lavergne | Traduzido por janaina maria
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Complicações de uma castração em um animal
A castração é segura para seu animal de estimação? (dog image by Krzysztof Gebarowski from Fotolia.com)

A castração é feita ​​para impedir a reprodução de caninos e felinos do sexo feminino. Durante a cirurgia, os órgãos reprodutivos do animal, incluindo o útero e os ovários, são completamente removidos do animal de estimação. Embora seja amplamente reconhecido que a esterilização não só impede o nascimento de filhotes indesejados, mas oferece uma série de outros benefícios, também oferece complicações que os donos precisam saber. De acordo com Laura J. Sanborn, MS, existe evidências significativas de que a castração pode ter efeitos adversos para a saúde do animal.

Outras pessoas estão lendo

Complicações com anestesia

Como acontece com qualquer tipo de cirurgia, será aplicado anestesia, então terá o risco de que seu animal de estimação tenha uma reação adversa a tais medicamentos. Felizmente, colher sangue antes da cirurgia irá detectar problemas que poderiam causar uma complicação anestésica. Ambos os caninos e felinos são suscetíveis a complicações anestésicas.

Infecção da ferida no pós-operatório

Infecção pós-operatória no local da incisão da cirurgia é uma complicação comum, e muitas vezes ocorre a partir de cuidados impróprio no local cirúrgico. Seguindo as instruções do seu veterinário no pós-operatório vai ajudar a reduzir o risco de infecção,e também fazendo acompanhamento com visitas ao veterinário para garantir que a ferida está cicatrizando corretamente. Após a cirurgia, é comum para os gatos tentarem frequentemente limpar o local cirúrgico. Lamber a ferida em excesso pode criar um ambiente úmido que esta aberto para o crescimento e infecção bacteriana.

Infecção interna

Castração canina aumenta o risco de o cão ter futuras infecções internas, como dermatite vaginal, infecções do trato urinário e vaginites.

Câncer ósseo

Quando a castração canina é realizada antes de 1 ano de idade, o risco de câncer ósseo (osteossarcoma) é grande. Esta forma de câncer muitas vezes é fatal e aparece com mais frequência em raças de cães maiores.

Incontinência urinária

Entre 4 e 20% das cadelas que fazem a castração irá desenvolver incontinência urinária. A incontinência urinária é a liberação involuntária de urina, no entanto, esta condição pode muitas vezes ser tratada com medicação.

Obesidade

Após a cirurgia, as cadelas ficam de 1,6 a duas vezes mais propensas a se tornarem obesas do que aquelas que não são esterilizadas. Felinos também têm um risco aumentado de obesidade após terem sido esterilizados. A obesidade pode levar a uma série de outros problemas de saúde, por isso é importante manter uma dieta saudável e regime para o seu animal castrado.

Hemorragia interna

Cães e gatos que estão ativos depois de uma operação podem ter o risco de desenvolver hemorragia interna nas ligaduras ou suturas internas saindo para fora dos vasos sanguíneos. Embora seja raro acontecer, é importante monitorar seu animal de estimação para garantir que haja tempo para a cicatrização interna antes dele voltar a ficar ativo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível