Complicações da castração em um Dachshund

Escrito por richard morgan | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Complicações da castração em um Dachshund
A maioria das complicações em se castrar um dachshund são pequenas (Interested Dachshund image by Janet Wall from Fotolia.com)

Castrar um Dachshund tem benefícios, desde a eliminação do risco de certos tipos de câncer (especificamente, o câncer nos testículos) até ajudar a prevenir filhotes indesejados. Como qualquer tipo de cirurgia, porém, certas complicações podem surgir. Felizmente, a maioria delas são inofensivas.

Outras pessoas estão lendo

Sensibilidade

Conforme o ponto da castração se cura, pode causar sensibilidade, resultando em dor e perda de apetite no Dachshund. Como eles são cães baixos, sua área genital tende a estar em mais contato com o chão que outras raças. Nos primeiros dias após a castração, o cão deve ficar confinado o máximo possível.

Mordidas

Quando o Dachshund for castrado, a área escrotal será anestesiada. Porém, quando a anestesia passa, a área da cirurgia pode ficar irritada, fazendo com que o cão morda e lamba o local. Um pouco de mordidas e lambidas não têm problema — porém, se as mordidas continuarem ao ponto da área ficar inflamada, consulte um veterinário.

Inchaço

Depois da castração, haverá um leve inchaço. Isso significa que o ferimento está se curando. Porém, há situações em que há muito inchaço em volta da região. Isso ocorre porque há muito fluido se acumulando, e ele costuma estar presente quando há uma infecção secundária se formando. O tratamento geralmente consiste em antibióticos e, às vezes, na drenagem do fluido acumulado.

Secreção

A área de incisão do Dachshund pode produzir secreções notáveis. Elas podem ser vistas se um pano branco e limpo for colocado contra a área do ferimento. A secreção geralmente é clara, mas em alguns casos, pode ser avermelhada, já que uma pequena quantidade de sangue está passando pela incisão. Porém, se houver o próprio sangue na secreção, é uma questão séria que precisa de atenção veterinária imediata.

Deiscência da ferida

Conforme as suturas começam a se partir, há a possibilidade dos tecidos ou músculos embaixo delas, às vezes, "picarem" através da incisão. Eles serão expostos, e a ferida poderá ser seriamente infectada. Mais complicações podem surgir, resultando até em morte. O tratamento recomendado no caso de detecção de uma deiscência da ferida é cobri-la com um pano limpo e estéril, se disponível, e avisar o veterinário imediatamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível