Complicações de reparo de hérnia com tela

Escrito por rachel nall | Traduzido por jessica pietro pupo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Complicações de reparo de hérnia com tela
Como em todos os procedimentos cirúrgicos, a reparação de hérnia com tela pode resultar em complicações (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

A cirurgia de reparo de hérnia com tela é mais frequentemente recomendada para pacientes com hérnia inguinal, que ocorre quando uma porção do intestino empurra através de uma área fraca no abdômen, criando uma protuberância. Sintomas de uma hérnia podem incluir dor, particularmente durante ações como tossir, levantar objetos pesados, ou exercitar-se. Apesar de nem todas as hérnias serem perigosas, o reparo pode ajudar o paciente a sentir menos dor. Como em todos os procedimentos cirúrgicos, a reparação de hérnia com tela pode resultar em complicações; razão pela qual os pacientes deveriam ter um bom entendimento do dano que pode ocorrer após a cirurgia.

Outras pessoas estão lendo

Lesão tecidual

Um dos benefícios da reparação de hérnia com tela é que o cirurgião não precisa fazer muitas incisões internas, o que minimiza a necessidade de pontos ou cauterização (uso de calor para impedir que os tecidos sangrem). Entretanto, lesões teciduais aos tecidos e órgãos adjacentes (como intestinos, vasos sanguíneos e nervos) ainda podem ocorrer. Por essa razão, o paciente deve encontrar um cirurgião que tenha significativa experiência em reparos de hérnias, particularmente com tela.

Dificuldade em urinar

Como o corpo está se ajustando e se curando após a cirurgia de reparação de hérnia com tela, pacientes comumente tem dificuldade em urinar após o procedimento. O cirurgião do paciente pode abordar esse problema inserindo um tubo temporário diretamente na bexiga urinária. Quando o cirurgião determinar que já se passou tempo o suficiente (baseado na condição e na recuperação do paciente), o tubo pode ser removido e a função urinária normal deve ser restaurada.

Infecção

Como as cavidades internas do corpo são expostas durante a cirurgia, os pacientes podem ter infecções dolorosas seguindo a cirurgia. Bactérias podem invadir o sítio cirúrgico e levar o corpo a rejeitar a tela recém instalada. Sintomas desse tipo de infecção incluem vermelhidão, inchaço no local da ferida, febre e dor. Os tratamentos para essas infecções incluem a remoção da tela e terapia com antibióticos, para livrar o corpo da bactéria nociva.

Rejeição de corpo estranho

Apesar da tela sintética ser produzida para agir como uma extensão dos tecidos do próprio corpo, fortalecendo a área, algumas vezes o corpo pode rejeitá-la após a cirurgia. Essa rejeição pode causar várias reações internas, incluindo morte tecidual, desenvolvimento de tecido cicatricial, ou inflamação tecidual. Nesses casos, a tela é frequentemente removida, e outra abordagem cirúrgica é tentada para reparar a hérnia.

Recorrência

Caso a hérnia fique muito grande para a tela segurar ou caso a tela começa a quebrar, a recorrência da hérnia é sempre possível. Se um paciente começa a sentir sintomas de hérnia novamente, particularmente na mesma área abdominal, a tela pode não ter reparado suficientemente a área da hérnia. Uma cirurgia mais invasiva pode ser indicada caso a hérnia recorra após a reparação com a tela.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível