×
Loading ...

Os componentes de um poema

Um poema é, na maioria dos casos, uma organização de palavras compostas em verso. Os poemas costumam ser menores do que outros trabalhos literários e, muitas vezes, utilizam uma linguagem mais destilada e compacta. Os poemas têm componentes estruturais, como ritmo e às vezes rima, mas eles também têm componentes mais nebulosos, como ideias, energia e imagens. Os poemas podem ser difíceis de definir, mas tendem a ser fáceis de reconhecer quando são ouvidos.

Alguns críticos acreditam que os poemas devam ter um ar de mistério em torno deles, como o poema “The Open Window" (A janela aberta, em tradução livre), de Longfellow (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Palavras

Um componente fundamental em um poema são as palavras, embora elas não tenham que ser palavras de verdade. O famoso poema de Lewis Carroll, "Jaguadarte" (no original em inglês, "Jabberwocky"), é uma combinação de palavras reais e palavras inventadas pelo poeta. Os poetas escolhem suas palavras com muito cuidado e tentam conseguir com precisão a palavra certa para cada caso. A poesia é um meio onde o significado pode ser muito rico, por isso a escolha de palavras é crucial. Lord Byron faz alusão a essa necessidade de precisão em seu trabalho “Childe Harold's Pilgrimage” (A peregrinação de Childe Harold, em tradução livre).

Loading...

Versos

Os poemas são organizados em versos e, muitas vezes, cada novo verso contém um novo pensamento. Os versos podem começar a meio caminho das sentenças e não precisam iniciar com letra maiúscula. O poeta contemporâneo mais popular nos Estados Unidos, segundo o jornal New York Times, é Billy Collins. Seu poema “Fishing on the Susquehanna in July” (Pesca no Susquehanna em julho, em tradução livre) são basicamente sete sentenças completas organizadas em treze estrofes de três versos. O tamanho dos versos ajuda a transmitir o ritmo de um poema.

Rima

A poesia vitoriana, escrita pelo antigo poeta laureado Alfred Lord Tennyson, Robert e Elizabeth Barrett Browning, entre outros, tendia a apresentar rimas. Como relatado pelo crítico literário Thomas Edmund Connolly, Algernon Charles Swinburne disse: “... uma lírica sem rima é algo mutilado". O verso livre, que não tem rima, se tornou o modo dominante da poesia no século XX. A poesia do século XXI tende a não ter rima também, mas a moda pode mudar antes do fim do século.

Estrofes, ritmo e mais

Independentemente da presença de rimas ou de versos livres, um poema tende a ter certa organização. Isso pode ser evidente nas ideias do poeta, na estrutura ou na intenção. Uma estrofe é uma unidade organizada dentro de um poema, a qual também pode ser um verso. Os poemas também têm ritmo, transmitido por palavras, frases e linhas únicas. Geralmente, também, os poemas têm ideias e temas subjacentes. Metáforas, símbolos e aliterações podem ser usadas por um poeta para ajudar a transmitir esses pensamentos.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...