Componentes de uma seringa

Escrito por allison horky | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Componentes de uma seringa
Uma seringa possui o corpo, o êmbolo e a agulha (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

Uma seringa usa a sucção e pressão para transportar líquidos que vêm do corpo ou que estão sendo aplicados nele. Esse instrumento possui três partes: corpo, êmbolo e agulha. Se for aplicar injeções em casa, faça um curso de injetáveis em alguma clínica. É preciso usar sempre seringas estéreis para as aplicações.

Outras pessoas estão lendo

Corpo

O corpo é a maior parte da seringa e armazena a medicação líquida. Seu volume varia desde 1 até 10 mL e geralmente é composto de plástico, com medidas de volume impressas na lateral. Não use a seringa se elas não estiverem legíveis. A extremidade oposta à agulha possui as estruturas de apoio dos dedos, saindo da lateral do corpo da seringa. Isso ajuda a dar firmeza para o dedo indicador e o médio, auxiliando o polegar a empurrar o êmbolo.

Êmbolo

O êmbolo está localizado dentro do corpo da seringa, criando um selo de ar com sua ponta de borracha. Uma pequena parte permanece exposta na extremidade oposta à agulha para sugar ou injetar fluidos. A ponta de borracha permite que se encha o corpo da seringa ao criar vácuo, forçando o líquido a entrar no compartimento. Esse selo garante que todo o medicamento seja retirado da seringa.

Agulha

Agulhas, feitas de aço inox, são a única parte da seringa que penetra o corpo. Seus tamanhos variam entre calibre 30 até 18, sendo que o calibre é a escala para agulhas, com números grandes indicando um diâmetro menor. Injeções subcutâneas, localizadas logo abaixo da superfície da pele, usam agulhas menores, tanto no calibre quanto no comprimento. Vacinas e insulina são frequentemente aplicadas subcutaneamente. Injeções intramusculares profundas requerem agulhas médias, para aplicações como no glúteo, peitoral ou bíceps. Já para exames de sangue, são necessárias agulhas maiores para que se tire rapidamente a quantidade necessária de amostra. As agulhas possuem uma capa de plástico que deve permanecer nelas enquanto não forem usadas.

Esterilização

Todas as três partes da seringa devem ser esterilizadas e limpas antes do uso. Qualquer instrumento tirado de um pacote estéril e selado está pronto para o uso. Hospitais e farmácias possuem seringas novas, estéreis e seladas para a injeção caseira de medicamentos. Pacientes usuários de insulina podem reutilizar seringas. Quando esse for o caso, mantenha a agulha encapada todas as vezes que ela não estiver sendo usada. Deixe que ela apenas encoste na pele e no topo do frasco. Não compartilhe agulhas e evite limpar a ponta com álcool, já que ele tira o revestimento que ajuda a agulha a entrar na pele. Consulte seu médico antes de reutilizar seringas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível