×
Loading ...

Comunicação assertiva e passivo-agressiva

Atualizado em 17 abril, 2017

Existem quatro estilos de comunicação: assertivo, passivo, agressivo e passivo-agressivo. Cada um deles possui seus benefícios e desvantagens, e algumas vezes um desses estilos pode ser melhor que o outro. Perceber como você se comunica e aprender maneiras novas de transmitir suas ideias pode ajudá-lo a dizer aos outros exatamente o que deseja ou como se sente, além de garantir que sua mensagem será ouvida.

Seu estilo de comunicação pode influenciar a resposta do seu interlocutor (Photos.com/AbleStock.com/Getty Images)

Comunicação assertiva

A comunicação assertiva costuma ser a melhor forma de lidar com problemas. Pessoas assertivas falam o que desejam e como se sentem de maneira direta, porém respeitosa. Esse tipo de comunicação geralmente garante que os outros escutem o que você diz, aumentando as chances de seu pedido receber uma resposta favorável. Frases começando com "eu" são as mais usadas na comunicação assertiva, pois ajudam os outros a compreender seus desejos e sentimentos sem se sentirem atacados. Um exemplo de frase assertiva: "Eu fico chateado quando você me chama de burro. Fico me sentindo mal comigo mesmo". Afirmações como essa permitem que seu interlocutor saiba como você se sente em relação a determinadas situações e por quê.

Loading...

Comunicação passiva

A comunicação passiva algumas vezes é relacionada à baixa autoestima. Comunicadores passivos costumam não gostar de confronto e o evitam a qualquer custo. Muitas vezes essas pessoas não desejam lutar pelas coisas nas quais acreditam. Em uma comunicação passiva, o outro toma a decisão independente das suas vontades e sentimentos. Pessoas passivas costumam sentir-se mal consigo mesmas ao final de uma conversa. Em algumas situações, arrependem-se de não terem expressado sua opinião. Esse estilo de comunicação é útil quando se está tentando evitar uma briga ou quando o interlocutor possui tendências agressivas.

Comunicação agressiva

Às vezes, a comunicação agressiva pode ser encarada como provocação. Pessoas que se comunicam de maneira agressiva não têm papas na língua. Elas dizem o que querem e quando querem, sem se preocupar com os efeitos que suas palavras podem ter sobre o outro. Essas pessoas gritam, xingam e atormentam seus interlocutores até escutarem o que querem ouvir ou conseguirem o que desejam. Elas geralmente alcançam seus objetivos, mas o preço pago é alto: suas relações podem desmoronar. A comunicação agressiva não é uma forma recomendável de se dirigir a outras pessoas.

Comunicação passivo-agressiva

Na comunicação passivo-agressiva, fala-se o que deseja, mas não de forma objetiva. Pessoas passivo-agressivas dizem que "tá tudo bem" ou "que não faz diferença", porém agem de forma contrária. Por exemplo, uma pessoa com tal característica pode dizer a um amigo que a convidar para ir ao cinema que qualquer filme seria uma boa opção e depois passar a noite inteira reclamando da escolha realizada. Uma esposa pode dizer a seu marido que "não há nada de errado" e, apesar disso, ficar amuada. A comunicação passivo-agressiva costuma causar problemas nos relacionamentos, pois falta sinceridade quando o assunto são intenções e sentimentos. O melhor é ser assertivo e falar abertamente sobre o que você pensa e sente.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...