Como fazer concentrações de HCl de vários níveis em química

Escrito por michael judge | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer concentrações de HCl de vários níveis em química
Balões volumétricos são calibrados para conter um determinado volume (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

É possível fazer soluções de ácido clorídrico (HCl) através da diluição de uma solução altamente concentrada do ácido. O ácido concentrado geralmente possui uma concentração de 12 mols (abreviado para 12 M), que significa que existem 12 mols de moléculas de HCl em cada litro de ácido. O mol é a unidade usada na química para descrever um número fixo de 6,02 x10^23 átomos ou moléculas. Para fazer a solução, dilua um volume conhecido de ácido concentrado em água em um volume final determinado.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • 12 mols de ácido clorídrico (HCl) concentrado
  • Pipeta e bulbo
  • Balões volumétricos
  • Calculadora

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine a concentração de HCl necessária na solução diluída e o volume que deseja fazer. Por exemplo, pode-se fazer 2 litros (L) de uma solução molar (M) 0,3, o que significa que terão 0,3 mols de HCl em cada litro de solução.

  2. 2

    Calcule o volume do ácido concentrado necessário. Para fazer isso, utilize a seguinte equação: V1 - (C2 x V2)/C1, onde V1 é o volume do ácido concentrado, C1 é a molaridade desse ácido, V2 é o volume do ácido diluído que se deseja e C2 é a concentração desse ácido diluído. C1 e C2 devem possuir as mesmas unidades e também V1 e V2. No exemplo, V1 = (0.30 x 2)/12 = 0.05 L de ácido 12 M.

  3. 3

    Encha 2/3 do balão volumétrico com água.

  4. 4

    Coloque uma garrafa de HCl concentrado em uma câmara exaustora e abra a tampa.

  5. 5

    Utilize uma pipeta de tamanho adequado e equipada com um bulbo para retirar o volume necessário da concentração de ácido. Por exemplo, use uma pipeta de 50 ml. Se o volume preciso não corresponder a um tamanho comum, talvez seja necessário fazer a transferência por etapas, utilizando pipetas de tamanhos diferentes. Por exemplo, se você precisa de 35 ml, pode-se transferir o ácido com uma de 25 ml e outra de 10 ml.

  6. 6

    Coloque a ponta da pipeta cheia no balão volumétrico abaixo da superfície da água e lentamente e com cuidado, libere a vedação na pipeta para permitir que o ácido escorra para dentro da água. A água pode ficar extremamente quente conforme se acrescenta mais ácido, por isso, não se apresse e monitore a temperatura da solução através do calor do balão. Pause e agite suavemente a base do balão várias vezes ao adicionar o ácido.

  7. 7

    Remova a pipeta vazia e coloque-a em um local seguro em que possa ser lavada e limpa mais tarde. Tome cuidado com qualquer resíduo de HCl que possa escorrer da pipeta e recoloque a tampa da garrafa de ácido concentrado.

  8. 8

    Agite o balão gentilmente e observe a temperatura. Permita que o balão e o conteúdo esfriem até a temperatura ambiente.

  9. 9

    Acrescente mais água até que o nível da solução no balão atinja a marca volumétrica exata no gargalo. Tape o balão, agite-o lentamente e inverta-o algumas vezes (segurando a rolha no lugar) para misturar bem a solução diluída.

Dicas & Advertências

  • A superfície superior da água no gargalo de um balão volumétrico formará uma ligeira curvatura para baixo (um menisco). Deve-se alinhar a porção mais baixa da curva com a marca de volume do gargalo.
  • Utilize água pura, tal como água destilada ou desionizada.
  • O HCl, tanto o concentrado quanto o diluído, é extremamente perigoso. Ele é corrosivo à pele e a muitos outros materiais, como metais. Só tente realizar esse procedimento se possuir instrução e treinamento para manusear seguramente ácidos fortes.
  • Leia o manual de segurança do HCl antes de usá-lo.
  • O HCl pode emitir vapores corrosivos. Realize o procedimento inteiro em uma câmara exaustora.
  • Vista equipamentos de segurança apropriados, como jaleco de laboratório, luvas resistentes a ácido e óculos de proteção.
  • Descarte quaisquer resíduos de ácido em um recipiente adequado.
  • Rotule todos os recipientes de vidro para identificar seu conteúdo.
  • Sempre adicione ácido à maior parte da água necessária e nunca adicione água ao ácido. A adição de ácido à água permite que o calor substancial do procedimento se dissipe melhor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível