Configurações para a qualidade do serviço do Netflix

Escrito por jacob andrew | Traduzido por vanessa figueiredo
Configurações para a qualidade do serviço do Netflix
Diferentemente das TV's tradicionais, o Netflix precisa competir com os outros equipamentos da casa pela largura da banda (Rainer Rössler/iStock/Getty Images)

A "Qualidade do serviço", ou QoS, faz com que as linhas telefônicas, os serviços de TV e os videogames mais modernos funcionem adequadamente enquanto usam a mesma conexão. Os serviços de transmissão de vídeos, como o Netflix, devem ter preferência sobre os outros tráfegos de dados em seu roteador ou a reprodução dos vídeos terá problemas. Para garantir um bom aproveitamento do Netflix, você poderá fazer mudanças no roteador, no computador e no próprio serviço, para que ele reconheça os pacotes referentes à "QoS" e controle a largura de banda usada.

Preparando a rede

Na rede da casa ou de um pequeno escritório, a melhor coisa a fazer é garantir que o Netflix seja executado em um equipamento separado, como o Roku, o dispositivo do Chromecast ou um computador específico para essa tarefa. Fazer isso possibilitará que as regras de "QoS" sejam configuradas de acordo com o endereço IP. Isso é importante, pois os métodos de entrega de pacotes do Netflix geralmente impedem que a rede diferencie o seu tráfego das demais coisas enviadas por meio do navegador da web. Esse equipamento deve ser conectado à rede por fio, se possível.

Classificação básica "QoS"

A maioria das configurações "QoS" usa um sistema chamado "DSCP" (Pontos de Códigos para Serviços Diferenciados, em tradução livre) dentro de toda a estrutura de comunicação via internet. Ao configurar o bit do DSCP, os roteadores de todas as redes saberão quais os pacotes devem ser entregues primeiro. Os roteadores, no entanto, não reconhecerão essas diferenças, caso a "QoS" não esteja configurada. Os sistemas da Cisco, um nome proeminente na engenharia "QoS", recomendam que os computadores ou serviços de vídeo em demanda, como o Netflix, tenham esses pacotes configurados para uma classificação DSCP C4. Esses pacotes, por padrão, são prioritários sobre a maioria dos outros tipos de tráfego, mas eles ainda favorecem serviços críticos, como o VOIP.

As configurações "QoS" baseadas em IP

Se não estiver seguro que o roteador suporta o DSCP, você deverá usar a "QoS" para classificar os pacotes baseados no IP. Usar o IP do equipamento ou computador com Netflix, no qual deseja transmitir o vídeo, dá uma garantia mínima para a largura de banda de 5 Mbps. Esse é o valor mínimo requerido pelo Netflix para transmitir vídeos em alta definição. A configuração nesse valor garante que o caminho para o equipamento com Netflix tenha largura de banda suficiente, mesmo em um ambiente com tráfego elevado de dados.

Ajustes para o Netflix

Em algumas ocasiões, a sua rede simplesmente não terá capacidade para a transmitir um vídeo em HD. Sob tais circunstâncias, você poderá evitar instabilidades e demoras forçando o Netflix a transmitir em uma definição padrão. Essa definição precisa somente de 3 Mbps, e pode ser ativada ao desmarcar a caixa com o texto "HD" na parte inferior do reprodutor do Netflix. A maioria dos reprodutores de vídeo do Netflix, por padrão, reduzirá automaticamente a qualidade do vídeo, caso ele detecte a baixa largura de banda. Porém, configurar essa opção impedirá que o reprodutor de vídeo apresente alternância entre os dois modos em um ambiente de rede turbulento.