Como configurar o SVN com SSH no CentOS

Escrito por william garmany | Traduzido por cezar rosa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como configurar o SVN com SSH no CentOS
Saiba configurar o SVN no CentOS (Visage/Stockbyte/Getty Images)

O SVN (Subversion) é um sistema de controle de versão projetado para substituir o CVS (Concurrent Version System). O SVN não apenas corresponde às capacidades do CVS, como as aprimorou. A configuração do SVN com SSH no CentOS pode ser realizada através de comandos digitados no terminal. O CentOS é uma distribuição Linux baseada em RedHat que utiliza binários yum e RPM. O Subversion foi vinculado ao Apache, o que o permite fazer mudanças nos servidores de internet.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Clique em "Aplicativos", "Acessórios" e "Terminal" para abrir um terminal no CentOS. Entre no modo de super usuário digitando "su" e pressionando "Enter". Digite a senha de administrador e tecle "Enter" novamente.

  2. 2

    Digite "yum install subversion" para baixar e instalar o Subversion automaticamente. Isso pode demorar de acordo com quantas dependências precisar instalar. Ao completar, o yum informará quais aplicativos foram instalados.

  3. 3

    Digite "mkdir /var/svn/repos" para criar o repositório. Digite o comando "svnadmin create /var/subversion/repos/meuscodigos" e altere para o diretório com o comando "cd /var/subversion/repos/meuscodigos/conf".

  4. 4

    Edite o arquivo svnserve.conf digitando "vi svnserve.conf" no terminal. Inclua "anon-access = none" e "auth-access = write" no arquivo. Salve-o e feche.

  5. 5

    Crie um grupo SVN digitando "groupadd svn" no terminal. Torne esse grupo o proprietário para o diretório do repositório com o comando "chown -R :svn /var/subversion/repos/" e configure as permissões com "chmod -R 775 /var/subversion/repos/". Adicione usuários ao grupo com o comando "usermod -a -G svn (ID do usuário)".

  6. 6

    Dê acesso ao diretório para todos no grupo digitando "vi" e colocando as informações abaixo no editor de texto:

    !/bin/sh

    configure o umask para que os arquivos sejam escritos pelo grupo

    umask 002

    chame o svnserve 'real', também informando a localização padrão do repo

    exec /usr/bin/svnserve-daemon "$@" -r /var/svn/repos

    Salve o arquivo como "/usr/local/bin/svnwrapper.sh".

  7. 7

    Digite "cd usr/bin" e "chmod 755 /usr/local/bin/svnwrapper.sh" para permitir acesso ao arquivo. Modifique o nome do svnserve para funcionar com seu sistema digitando "mv svnserve svnserve-daemon" no terminal. Crie um link simbólico para o svnserve original com "ln -s /usr/local/bin/svnwrapper.sh svnserve" no terminal.

  8. 8

    Crie os diretórios necessários e importe o código digitando "mkdir codigo", "mkdir codigo/trunk", "mkdir codigo/tags", "mkdir codigo/branches" e execute o código com "svn import codigo svn+ssh://usuario@servidor/meu_codigo -m 'importação inicial'" e remova os diretórios não mais necessários com "rm -rf codigo". Seu sistema estará configurado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível