Um ímã consegue drenar a bateria de um celular?

Escrito por amber viescas | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Um ímã consegue drenar a bateria de um celular?
Alguns celulares podem ser afetados por ímãs fortes (NA/AbleStock.com/Getty Images)

Um campo magnético pode ter efeitos imprevisíveis em dispositivos eletrônicos pois a maioria dos componentes não é afetada por este tipo de campo. É possível, porém, que um ímã forte ou um campo magnético de rápida flutuação possa interferir com alguns componentes de um celular, fazendo que ele consuma mais energia. Porém, um ímã pequeno, como o fecho magnético de uma bolsa para celular é praticamente inofensivo.

Outras pessoas estão lendo

Corrente e magnetismo

A eletricidade e o magnetismo possuem relações estreitas através da lei de Ampere, que é a lei da física que descreve como os eletroímãs são criados através do fornecimento de corrente através de um fio, criando um campo elétrico. O inverso também é verdade: Um campo magnético pode produzir uma corrente por indução, potencialmente drenando a bateria de um dispositivo eletrônico. Porém, apesar de qualquer corrente ser capaz de gerar um campo magnético, apenas a mudança de uma força magnética, conhecida como fluxo, pode produzir uma corrente, conforme a lei de Faraday. Um campo magnético estático produz um dreno de carga apenas por uma fração de segundo, de forma que não afeta significativamente a duração de uma bateria de celular.

Componentes eletrônicos sensíveis a magnetismo

Um dispositivo eletrônico não costuma ser sensível a campos magnéticos estáticos, mas se ele utilizar componentes que foram projetados para serem magneticamente sensíveis, ele pode ser sensível a campos magnéticos poderosos. Os componentes magnéticos dos dispositivos eletrônicos incluem os sensores magnéticos de proximidade, os discos rígidos e os conversores de tensão. Os sensores magnéticos foram feitos para serem ativados quando um ímã passa sobre eles, um disco rígido usa uma cabeça magnética para armazenar dados em um disco e um conversor de tensão utiliza a indução magnética para aumentar a tensão de um circuito.

Construção de celulares

A maioria dos celulares modernos não utiliza meios magnéticos de armazenamento, e sim memória flash, como cartões SD e SIM. Porém, os modelos que utilizam iluminação fluorescente de alta potência podem utilizar um conversor de tensão que utiliza um transformador magnético para armazenar e converter a carga. Na presença de um campo magnético que seja forte o suficiente, a bateria terá que se esforçar mais para fornecer a tensão de saída correta e, como tal, se desgastará mais. Porém, a força magnética necessária para isso é diversas vezes maior do que a de um ímã de barra ou ferradura comum, o que faz que apenas os eletroímãs possam ser fortes o suficiente.

Evitando o desgaste da bateria de celular

Se suspeitar que a bateria do seu celular estiver sendo consumida devido à proximidade com um campo magnético, ligue para o fabricante e obtenha as informações de sensibilidade magnética do dispositivo diretamente da fonte. Todos os celulares operam de forma diferente, então você não pode eliminar a possibilidade de que ele seja afetado por um ímã até que tenha confirmado por conta própria. Porém, se tiver um smartphone e sua bateria não estiver armazenando carga, o problema pode não ser devido a um ímã, mas sim devido a serviços automáticos que utilizam grandes quantidades de energia, como GPS, 4G e notificações e atualizações automáticas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível