Como conseguir emprego em uma empresa de consultoria

Escrito por sabah karimi | Traduzido por andrea b. balieiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como conseguir emprego em uma empresa de consultoria
Empresas de consultoria do mundo todo contratam profissionais (business executive image by CraterValley Photo from Fotolia.com)

Se você decidiu que o mundo emocionante e profissional da consultoria de gestão é a sua carreira certa, você precisa de um plano para encontrar uma oportunidade nessa área. Empresas de consultoria do mundo todo contratam consultores para trabalhar em seus escritórios ou em uma base móvel. Antes de se inscrever, você precisa primeiramente saber um pouco sobre o que um consultor faz e qual o maior interesse da indústria.

Outras pessoas estão lendo

Aprenda sobre a indústria

Consultores são pessoas que as empresas contratam para fornecer conselhos sobre como conduzir o negócio. Existem muitos tipos de consultores por aí, por exemplo, consultores técnicos dão conselhos sobre questões tecnológicas, e os consultores financeiros, sobre dinheiro. Mas o maior ramo da consultoria é chamado consultoria de gestão. Consultores de gestão são normalmente organizados em equipes escolhidas especificamente para um determinado projeto. Um projeto é um trabalho para o qual a equipe é contratada por uma empresa externa. A equipe é construída internamente pela empresa de consultoria e é maximizada pela composição de capital humano eficiente. A equipe média consiste de três a seis pessoas, dependendo das especificações de trabalho e as necessidades do cliente.

Pesquise as empresas líderes em consultoria

A organização da indústria de consultoria é notável em si. A maioria das empresas são pequenas, com operações de uma pessoa. Vamos supor que você está procurando algo um pouco maior. As cinco maiores (tradicionalmente, empresas de contabilidade e de impostos) são:

  1. Deloitte Touche Tohmatsu
  2. Ernst & Young
  3. KPMG
  4. PriceWaterhouseCoopers
  5. Accenture

Além dos serviços de consultoria de gestão, estas empresas prestam outros serviços, que vão desde soluções de tecnologia para o gerenciamento de mudanças e melhoria de processos. Esses outros ramos prestam serviço ajudando principalmente as empresas a trabalharem melhor ou adicionarem um novo processo de negócio. Além dessas cinco, existem algumas outras rigorosas. As empresas desta classe (McKinsey & Co., Bain & Co, Booz-Allen & Hamilton, The Boston Consulting Group) são consideradas elite no campo de consultoria de gestão. A maior empresa de consultoria é a Accenture, com mais de 186.000 funcionários em 52 países. Outras consultorias funcionam como casas de especialidades ou lojas, e apenas lidam com determinados tipos de trabalho.

Avalie suas qualificações

As notas não importam. As empresas muitas vezes fazem os cortes iniciais de entrevistas com base unicamente em médias escolares baixas. Uma média em torno de 3,5 deve ser suficiente para mantê-lo no processo seletivo, mas se sua média não é tão alta, você tem outras opções, como a experiência de trabalho. Talvez você tenha se tornado totalmente especialista em marketing na web através daquele estágio recente ou trabalho temporário. Esse tipo de experiência pode realmente fazer você se destacar para os recrutadores.

Há uma coisa que é extraordinariamente importante de se lembrar: suas qualificações são tão boas quanto você as apresentar. Seu currículo, carta de apresentação e telefone de contato devem ser impecáveis, se você quiser causar uma boa impressão. As empresas gostam de ouvir por que você acha que seria uma boa escolha para seu grupo em particular. Isto significa fazer pesquisa na web, com seus amigos, através de folhetos e onde quer que você encontre materiais sobre a empresa para qual está se candidatando. Fale sobre como o escritório se ajusta à sua personalidade e habilidades.

Seja perito na entrevista

A entrevista típica de consultoria tem de três a quatro partes.

Os primeiros cinco minutos: o entrevistador (que vai ser um consultor ou parceiro da empresa) terá o seu currículo na mão, e pode lhe fazer algumas perguntas no estilo 'bate-bola' sobre o seu trabalho ou experiência educacional. Espere o entrevistador lhe perguntar sobre essas áreas, e tenha suas respostas prontas.

Os próximos cinco a dez minutos: a próxima parte geralmente consiste em uma pergunta simples de estimativa. Pode ser óbvio ou não o entrevistador estar fazendo esse tipo de pergunta, por isso, se você não tiver certeza sobre algum ponto, pergunte casualmente: "Você gostaria que eu trabalhasse os números reais para esta pergunta, ou devo só abordar o assunto teoricamente?". O entrevistador não se importa quão perto você está da resposta certa; ele está analisando seu processo de raciocínio e quais fatores você vai considerar quando fizer seus cálculos.

Os próximos 15 minutos: esta é a entrevista de caso. É a parte mais exigente do processo de entrevista, mas também dá um vislumbre do que realmente é trabalhar com isso. A questão será tipicamente longa, complicada e cheia de números, mas você pode tirar de letra, seguindo essas dicas:

  • Use uma folha de papel, anote a história, e peça ao entrevistador para repetir qualquer coisa que você perdeu.
  • Quando o entrevistador estiver contando a história e apresentando a questão, leve alguns segundos para rever as suas anotações e recapitular em voz alta a informação que ele disse, tal como o problema que ele quer que você resolva. ("Só para esclarecer", você afirma a ele). A coisa mais importante para se lembrar durante o caso é de ser estruturado. Antes de ir por um caminho, certifique-se de que você saiba onde está indo. Se você ficar preso, apenas reitere o que você descobriu até agora e onde você está indo. É uma técnica de empate, mas é muito aceita e muitas vezes pode ajudá-lo a voltar à pista. Ouça o que o entrevistador lhe diz. Se ele diz algo como "não é importante", então descarte (não vai ser uma pegadinha). Faça um backup e tente um caminho diferente. A principal coisa para se lembrar é de limpar a mente e pensar como se você fosse o gerente de frente com o problema. Que tipo de informação você gostaria de saber e como é que essa informação ajudará a tomar uma decisão? Faça isso e você está bem no caminho do sucesso.

Os cinco minutos finais: esta é a parte em que o entrevistador o felicitará por um trabalho bem feito com o caso, e perguntará se você tiver alguma dúvida antes de sair. Tenha dúvidas e torne-as interessantes. Considere perguntar sobre o caso que você acabou de responder, é mais provável que ele tenha base em um projeto real em que o entrevistador trabalhou, por isso pergunte o que os consultores descobriram, quais foram as suas recomendações, e como tudo acabou. Seja respeitoso e comunicativo.

Aceite o melhor negócio para você

Antes de assinar qualquer coisa, você deve avaliar adequadamente cada oferta que você receber e ter certeza do que é certo para você. Quando chegar a sua primeira oportunidade, a empresa vai enchê-lo de presentes e elogios, por isso nunca perca de vista os seguintes fatores importantes:

  • Salário: o salário inicial de um consultor júnior pode variar de acordo com o tamanho e localização da empresa, o bônus e outros benefícios. Claro, você deve se preocupar com o recebimento do pacote de benefícios típicos e informações sobre os programas de seguro.

  • Viagens: com a economia global de hoje, a consultoria traz consigo a oportunidade de voar por todo o mundo na classe executiva, ficar nos mais belos hotéis e comer e beber nos melhores restaurantes. E a parte ruim? Viagem é muitas vezes a parte mais complicada do trabalho para jovens consultores que não sabem no que estão se metendo. A maioria trabalha em tarefas remotas, tipicamente voando nas manhãs de segunda-feira e retornando nas noites de quinta-feira. Em outras palavras, você vai passar a maior parte de seu tempo em uma cidade estranha, com pessoas estranhas. No entanto, se você preferir uma agenda de viagens mais moderada, muitas empresas estão adequando essa preferência de estilo de vida de acordo com padrões mais pessoais e regionais.

  • Horários: a maioria dos consultores trabalha cerca de 60 a 80 horas por semana, dependendo do ponto do projeto em que estão no momento.

  • Férias: provavelmente serão oferecidas duas a três semanas de férias no primeiro ano. Na maioria dos casos, a empresa oferece isso para você desde o início.

  • Ambiente de trabalho: mesmo que você esteja viajando muito, você ainda vai ter um escritório principal - um escritório que funciona como sua base. Então não deixe de visitar o lugar e olhar em volta. Veja se as pessoas parecem felizes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível